Meu Amor (Acróstico/2010)

Minha vida sem você é uma luz que

Está sempre apagada

Um barco perdido em

Alto Mar

Mirante sem paisagem

Onde ninguém gosta de ficar, é flor sem

Raiz, pois seu amor é a raiz que me faz florescer

(Poema escrito em 2010 para o romance Valeska)

Este post faz parte do projeto BEDA (Blog Every Day August)

Participam também:

Viviane Lunna Guedes Ale HelgaAdrianaClaudiaDricaMariana Gouveia ChrisObduliono

7 comentários sobre “Meu Amor (Acróstico/2010)

    • Darlene R. disse:

      Preciso retomar o hábito! Este é de 2010, encontrei em um antigo caderno de poesias e decidi trazer para cá, não quero deixar meus escritos engavetados, mesmo achando muito simples ou sem graça… rs

      Abraços

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s