Coração Perdido

Sob estrelado céu
Vaga um coração perdido
Buscando na imensidão
Abrigo
Que em vão
Em tua alma buscou

Alguém que nesta vida
Muito te amou
E hoje, de partida deste mundo
De dor suspira fundo
E chora por ter que partir
Mas da dor de amar
Não se há de fugir

E se o importante é ser amado
Amado ser
Sei que muito amei
E amado não fui

Mas agora
Nada mais importa
Chegou a hora
Desta vida fecho a porta
E parto para sempre

E se um dia lembrares de mim
Não chores, não te desesperes
Olhe para o céu
E procures

Sentirá da brisa a doçura
Serei eu
Que d’outro mundo voltarei
Apenas para lhe tocar
Como anjo peregrino
E deixar em tua pele
O derradeiro ósculo

 

Anúncios

6 comentários sobre “Coração Perdido

  1. Rancho das Crônicas! disse:

    Com toda certeza, o primeiro verso está no Futuro do Subjuntivo,
    Eu me referia aos outros versos que, para haver maior consonância com o primeiro verso, deveriam ser escritos na mesma pessoa “TU”
    Assim ficaria:

    E se um dia lembrares de mim (Futuro do Subjuntivo
    Não chores não te desesperes (Presente do Subjuntivo)
    Olhes para o céu (Presente do Subjuntivo)
    E procures. (Presente do Subjuntivo)

    Espero não estar sendo chato.
    Darlene querida, tenha toda a liberdade para deletar meus comentários.
    Bom dia!

    Curtido por 3 pessoas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s