Yakissoba

INGREDIENTES:

500gs de macarrão (utilize a massa própria ou o espaguete mais fino que encontrar)**
150g de brócolis (de preferência tipo ninja)
2 cenouras
100g de vagens finas
150g de couve-flor
100g de cogumelos paris
1 pimentão cortado em tiras
1 cebola em rodelas
Azeite
1 vidro de shoyo (não será utilizado até o final)
Gergelim preto
Girassol (opcional)

PREPARO:
Cozinhe o macarrão, deixe escorrer e reserve. Descasque as cenouras e coloque para cozinhar sem cortá-las, se desejar cozinhe junto com a couve-flor sem deixá-los ficar muito moles – retire a cenoura ainda firme e fatie bem fino, reservando. A couve flor deve ser retirada também ainda firme, escorrida e reservada, já separada em floretes. O Brócolis deve ser cozido da mesma forma que a couve-flor, ou seja, tomando cuidado para manter  bem firme. Escorra e deixe reservado. Fatie os pimentões, a cenoura e os cogumelos. Coloque azeite no fundo de uma panela, e aos poucos coloque pequenas porções dos legumes, deixe fritar levemente, retire e reserve. Vá sempre colocando um pouco de azeite para não grudar. Faça o mesmo com o macarrão tomando o cuidado de colocar porções pequenas, retirar e reservar (para não perder azeite, pode reservar na travessa que for utilizar para servir). Por último dê uma leve dourada nas sementes de girassol e quando estiverem no ponto desejado, coloque um pouco mais de azeite e uma boa quantidade de shoyo e devolva o macarrão e os legumes para a panela aos poucos, mexendo bem para ficar bem misturado. Coloque em uma travessa, polvilhe com o gergelim e sirva.

CAM01243

** ATENÇÃO – O a maioria dos macarrões é feito a base de ovos, portanto, se você já for vegano(a) ou se estiver em transição para o veganismo, leia a embalagem antes de comprar para ter certeza de que a massa não tem ovos!

Pimentões recheados com PVT

Pimentão cheio com carne de soja e arroz (9)

Quem disse que comida vegana tem que ser sempre gourmet, cara e difícil de preparar? A receita de hoje é super fácil, barata, simples e saborosa. Uma dica é servi-los como na foto: com arroz e feijão branco (pode ser outro de sua preferência).

INGREDIENTES:

3 pimentões pequenos
¾ de xícara de PVT (proteína vegetal texturizada) fina
1 tomate picadinho
1 cebola picadinha
1 dente de alho
12 vagens picadinhas
Azeite
Temperos à gosto (eu uso curry e sal)

PREPARO:

Hidrate a PVT deixando-a de molho em água até dobrar de tamanho. Escorra e esprema bem pra tirar todo o líquido. Numa panela, coloque um fio de azeite e refogue o alho, metade da cebola e os temperos, coloque a PVT e refogue bem. Depois que a PVT já estiver refogada, coloque metade do tomate e as vagens picadinhas. Coloque água e deixe cozinhar até a vagem ficar macia (e até a PVT estar seca).
Lave bem os pimentões, retire uma “tampa” deles com cuidado, retire as sementes e lave por dentro. Escorra. Recheie com a PVT e coloque a “tampa” prendendo com palitos de dente.
Numa panela, coloque um fio de óleo ou azeite e frite os pimentões delicadamente até soltarem a pele. Retire-os da panela e raspe-os até sair toda ou a maioria da pele.
Em outra panela, refogue o restante do tomate e da cebola e azeite pra fazer um molho acebolado. Sirva os pimentões com esse molho.

Arroz frito com abacaxi

INGREDIENTES:

  • 2 xícaras de arroz cozido
  • 1 e ½ colher de óleo
  • ½ pimentão vermelho grande cortado em cubos
  • 2 ramos de cebolinha verde em fatias finas
  • 1 e ½ colher sopa de gengibre fresco picado
  • 1 pimenta vermelha pequena
  • 1 xícara de abacaxi fresco em cubos
  • 2 colheres de shoyu
  • ½ xícara de castanhas de caju torradas
  • 1 colher (sopa) de óleo de gergelim (opcional)

 PREPARO:

Numa panela de fundo largo, aqueça o óleo. Adicione a cebolinha, o pimentão, o gengibre e a pimenta. Refogue por 1-2 minutos e adicione o arroz cozido, mexendo sempre por 3-5 minutos. Junte o abacaxi, o shoyu e as castanhas e mexa sempre, por mais 2 a 3 minutos. Desligue, regue com o óleo de gergelim e sirva imediatamente.

  • Dicas:
  • Na falta de castanhas de caju, amendoim torrado sem casca e sem sal e picado fica bem saboroso.
  • Polvilhar um pouco de gergelim fica bem saboroso.
  • A pimenta vermelha é opcional.
  • A receita pede duas colheres de shoyu, mas essa quantidade varia de acordo com cada pessoa. Só deve-se ter cuidado para não exagerar na quantidade, pois o shoyu é rico em sódio.

04-12 Arroz frito com abacaxi (2)

Coxinha vegana

20-10-2014 - coxinha vegana  (2)

Ingredientes massa

  • 1 kg de mandioquinha cozida e espremida
  • 2 colheres de margarina
  • 2 xícaras de farinha de trigo
  • Sal a gosto

 Ingredientes para o recheio

  • ½ xícara de proteína de soja (pvt)
  • 1 lata de milho
  • 1 alho poro picadinho
  • Cebola, alho e sal a gosto
  • Azeite
  • 1 tomate
  • 2 colheres de farinha de trigo

Para empanar:

Farinha de rosca

Preparo:

Prepare primeiro o recheio:

Hidrate a PVT e escorra bem. Em uma panela coloque o azeite, o sal, a cebola, o alho, o alho poró e o tomate e refogue, depois coloque a PVT e o milho, refogue um pouco mais e acrescente uma xícara não muito cheia de água. Deixe cozinhar até quase secar. Quando estiver quase seco, prepare as duas colheres de farinha com um pouco de água em um copo, misture bem e acrescente ao recheio, sem deixar de mexer para não empelotar. Desligue o fogo, transfira o recheio para um pirex e deixe esfriar.

Prepare massa:

Mistures todos os ingredientes até formar uma massa homogênea.

Quando o recheio estiver frio, prepare as coxinhas. Pegue uma porção de massa, faça uma bolinha e abra como um disco na palma da mão, coloque um pouco de recheio e feche puxando as laterais para cima, moldando uma coxinha.

Passe numa mistura de água com farinha e em seguida na farinha de rosca. Frite em óleo bem quente.

Dicas:

A coxinha pode ser assada. Também é possível experimentar outras combinações de recheio.

Picadinho Húngaro e manga agridoce

CAM00970

Picadinho Húngaro (Vegano)

INGREDIENTES:

  • 1 e ½ xícara de PVT grande seca
  • 3 colheres de manteiga
  • 1 cebola picada
  • 1 pimentão em tiras
  • 2 colheres (chá) de páprica doce
  • 2 colheres (chá) de cominho (opcional)
  • 1 tomate picadinho
  • Molho inglês

 PREPARO:

Hidrate a PVT até ela ficar macia, depois escorra e esprema bem para tirar toda a água. Cubra a PVT escorrida com molho inglês e reserve por uns 10 min. Numa panela, derreta a manteiga e refogue a cebola e a proteína reservada. Junte o pimentão, o tomate, o pimentão, a páprica e o cominho. Coloque uma xícara de água e deixe ferver. Quando estiver quase seco, experimente um pedaço da PVT para ver se está no ponto desejado. Se for necessário, coloque mais água para e deixe ferver, acertando o tempero.Sirva acompanhado por manga agridoce.

Obs: CUIDADO! Fica bem apimentado!

(PVT é a proteína vegetal texturizada, muito conhecida como “Carne Vegetal”)

Manga Agridoce

INGREDIENTES:

  • 1 manga grande cortada em tiras
  • 1 colher de manteiga
  • 1 colher (chá) de Cury
  • 1 colher sopa de mel

PREPARO:

Derreta a manteiga em uma frigideira ou panela. Coloque a manga, deixe alguns segundos e vire. Jogue o Cury por cima e misture, colocando o mel em seguida. Deixe um ou dois minutos, mexendo sempre. Sirva com o picadinho húngaro vegano e com saladas verdes

Numa panela, derreta a manteiga e refogue a cebola e a proteína reservada. Junte o pimentão, o tomate, o pimentão, a páprica e o cominho. Coloque uma xícara de água e deixe ferver. Quando estiver quase seco, experimente um pedaço da PVT para ver se está no ponto desejado. Se for necessário, coloque mais água para e deixe ferver, acertando o tempero.

Sirva acompanhado por manga agridoce.

A versátil PVT e seus usos.

A PVT (Proteína Vegetal Texturizada) é um ingrediente versátil e muito utilizado para substituir a carne no dia a dia.  Sua utilização tem muitas vantagens: É fácil de guardar (enquanto desidratada, não precisa ficar na geladeira, basta guardá-la em um vidro fechado), fácil de preparar, nutritiva e livre de crueldade!

É comum encontrar PVT miúda, média e grande, além do formato “bife”. Cada uma delas favorece um tipo de preparação. A foto abaixo mostra a PVT grande preparada como se fosse um picadinho tradicional: com cebola e batatas.

CAM00953

Algumas dicas para o preparo de pratos à base de PVT:

  • Cuidado com a quantidade: Meia xícara de proteína seca resulta em quase 1 xícara depois de hidratada.
  • Hidratação: A PVT é vendida seca e, antes de ser utilizada, precisa ser hidratada. Muitas pessoas orientam a hidratar com água quente. Não é necessário. Basta cobrir com água e deixar de molho por uns 20min. Após este tempo, ela deve ter dobrado de volume. Escorra muito bem.
  • Tempero: A PVT deve ser bem temperada. Você pode utilizar curry, shoyu, molho de tomate, molho inglês. Tudo vai depender do que irá ser preparado. Na foto que ilustra este post, utilizei cebola, shoyu e pimentão.
  • Nunca consuma a PVT sem cozinhar! Hidrate, tempere, refogue ou asse (sim, existe churrasco de PVT e em breve eu postarei receitas aqui!).
  • Não se esqueça que a PVT não é um alimento cru! Se estiver preparando um picadinho por exemplo, basta refogá-la e depois deixar cozinhar num caldo bem temperado até secar (ou até os legumes que estiverem na panela ficarem bem cozidos)
  • A PVT está hidratada. O que eu posso preparar?
  • Se for PVT miúda, pode-se substituir a carne moída na preparação de charuto, pimentão cheio, molho de macarronada etc. A maior pode ser utilizada para fazer picadinho, estrogonofe, “carne” na moranga, sojasco.
  • Nutricionalmente, quais as propriedades da PVT? Não sou nutricionista, mas pesquisando na internet descobri alguns valores interessantes: 100g. de PVT contém 53g de proteína, contra pouco mais de 26g na mesma quantidade de acém moído. Também possui Vitaminas B1, B2 e B6, ácido fólico (este ausente na carne bovina), 700 mg de Fósforo, e 8,00 mg de Ferro.

E então? Que tal soltar a imaginação e experimentar as mil delícias possíveis de se preparar com esse ingrediente barato, prático e nutritivo?

Fontes das informações nutricionais:

PVT

Carne Moída

Hambúrguer de Grão de Bico

11-08-14 lanche saudável com hamburguer de grão de bico (4)

  • 2 Xícaras de grão de bico cozido e escorrido
  • 5 Colheres de Azeite
  • 1 Cenoura ralada
  • ½ Cebola picada
  • 1 dente de alho grande picadinho
  • Salsinha à gosto
  • 3 Colheres de Aveia em flocos
  • ½ xícara de gérmen de trigo
  • 2 colheres de farinha de rosca
  • Sal e pimenta à gosto.

PREPARO:

Refogar no azeite o sal, a pimenta, o alho, a cenoura, a cebola, o alho, a aveia e o gérmen de trigo. Reservar. Bater o grão de bico no multiprocessador. Colocar em uma mistura e juntar os ingredientes refogados, mexendo bem. Acrescentar a salsinha e a farinha de rosca para dar liga (ver dicas)
Dividir em bolas e moldar os hambúrgueres, levando-os para a geladeira por no mínimo uma hora.
Untar uma chapa/grelha antiaderente com óleo e fritar os hambúrgueres.

>DICAS

>Na falta de gérmen de trigo, pode-se utilizar fibra de trigo.
>Caso não tenha multiprocessador, será necessário colocar um pouco de água ou azeite para bater o grão de bico, isso fará com que seja necessário acrescentar mais aveia e fibra.
>Caso a massa não fique consistente, vá acrescentando mais aveia, farinha de aveia e fibra de trigo (ou gérmen de trigo) até dar liga.

Você pode servir no pão ou acompanhado de saladas, como na foto.

Receita adaptada do site “Cantinho Vegetariano”

http://www.cantinhovegetariano.com.br/

IMAGEM: Arquivo pessoal.

Panquecas Verdes (Vegana)

E quem disse que não há arte na cozinha?

09-07-2014 Panquecas verdes de couve recheadas com milho  (1)

 INGREDIENTES:

  •  1 xícara de farinha de trigo (com fermento)
  • ½ xícara de aveia em flocos
  • 1 colher de sal
  • 3 colheres de azeite
  • 1 e ½ xícaras de água
  • 1 folha de couve sem talo

RECHEIO

  •  1 lata de milho verde
  • Sal e azeite a gosto
  • ½ tomate pequeno picadinho
  • ½ cebola picadinha
  • Salsinha
  • 1 dente pequeno de alho

PARA COBRIR:

  •  2 e ½ tomates bem picados
  • ½ cebola picadinha ou ralada
  • 1 dente pequeno de alho
  • 3 colheres de azeite
  • Sal e orégano à gosto
  • 1 pitada de açúcar

PREPARO

Prepare o recheio: Refogue no azeite o sal, o alho, a cebola e o tomate, colocando por último o milho e a salsinha e mexendo bem até ficar sequinho. Reserve.

Em uma panela, refogue os ingredientes do molho, tendo o cuidado de deixar para colocar o tomate por último. Coloque um pouco de água e vá mexendo de quando em quando. Deixe ferver e engrossar.

Prepare a massa: Bater tudo no liquidificador. Aquecer uma frigideira antiaderente untada com azeite ou óleo. Colocar uma quantidade (geralmente uma concha) da massa. Fritar. Virar com auxílio de uma espátula ou se tiver experiência jogando para cima. Deixar pegar cor dos dois lados. Retirar do fogo. Untar novamente a frigideira e repetir a operação até terminar toda a massa.

Enrole as panquecas, recheando-as e ajeitando em um refratário. Coloque o molho por cima e leve ao forno apenas para aquecer. Sirva em seguida.

Dica: Se quiser que as panquecas fiquem vermelhas, é só substituir a couve por um beterraba bem pequena, crua, lavada e descascada.

Dica 2: Utilize uma boa frigideira anti-aderente e coloque pouquíssimo óleo, pois essa massa “suga” gordura

Receita original: Blog Menu Vegano (http://www.menuvegano.com.br/article/show/857/panquecas-verdes