Torta de grão de bico (Massa “podre” vegana)

Sabe aquela torta de boteco? Sim, aquela gostosa, que é crocante e ao mesmo tempo esfarela na boca e que muitas pessoas chamam “Massa Podre”? Pois é, eu adorava comer empadas com essa massa! Mas como ela é feita com banha eu pensei que jamais iria comer novamente uma vez que a banha pode ser substituída pela totalmente não-recomendada gordura vegetal hidrogenada. Entretanto, algum tempo atrás eu encontrei na internet a receita de uma torta de grão de bico que me surpreendeu, não só pela simplicidade no preparo como pelo fato de ter a textura super parecida com a massa de empada e, um sabor muito mais gostoso!

Ingredientes:

3 xícaras de grão de bico

Sal à gosto

5 colheres (sopa) de azeite

Preparo:

Cozinhar o grão de bico em panela de pressão: Deixe cozinhar uns 15 minutos com a panela aberta e depois tampe, deixando mais uns 10 minutos na pressão, depois desse tempo desligue o fogo e deixe a pressão sair por completo naturalmente (não coloque nenhum tipo de tempero na água, nem mesmo sal ou vinagre) . Depois que sair a pressão escorra os grãos e espere ficarem mornos. Bata-os em um multiprocessador ou no liquidificador – você terá que ir colocando de pouco em pouco e transferindo para uma bacia na medida em que vai triturando. Depois que tudo estiver bem trituradinho, adicione o sal e o azeite e amasse bem. Forre uma assadeira (de preferência aquelas que soltam o forno) com a massa, coloque o recheio de sua preferência e cubra com outra camada de massa – Uma dica para facilitar na hora de cobrir é abrir a massa em cima de um plástico e depois “encaixar” essa massa aberta em cima da torta. Ajeite bem fechando as laterais, pincele azeite e leve ao forno até ficar bem dourada – É importante ter paciência e esperar para ter certeza de que o fundo esteja bem assado. Espere esfriar um pouco para desenformar.

Você pode fazer em forminhas de empadas individuais e congelar. É uma besteirinha bem saudável para comer quando bate aquela fome.

O recheio fica a seu critério, mas é importante ter em mente que não pode ser muito molhado e deve estar frio ou morno quando for colocar sobre a massa. Alguns recheios bem saborosos são: Brócolis, palmito, alho poró, escarola ou milho refogados e engrossados com um pouco de farinha de trigo (refogue com os temperos que mais gostar, quando estiver bem cozido, misture em um copo uma colher de farinha de trigo e uns 5 dedos de água, misturando bem pra não ficar pelotinas e coloque essa mistura na panela mexendo sempre. Quando ferver de novo e estiver grossinho, desligue o fogo).

Sobre a dica de não colocar temperos na água quando for cozinhar o grão de bico: A água do cozimento pode ser usada para o preparo de alguns doces bem interessantes e saborosos. Eu ainda estou testando as receitas e logo trarei muitas novidades por aqui, então, enquanto isso é bom ir se acostumando não temperar a água!

 

20160606_202622
Com essa receita é possível fazer duas tortas desse tamanho! 

Cozinha combina tanto com música… E hoje o dia cinza e chuvoso me deixou com vontade de ouvir algumas coisinhas bem suaves, como por exemplo esse álbum aqui.

 

 

Massa para empadinha ou pastelão (vegana)

Ingredientes:

  • 2 xícaras de farinha de trigo (pode ser uma de farinha branca, uma de farinha integral)
  • 1 batata grande, cozida e amassada ainda quente
  • ½ xícara de água em temperatura ambiente
  • ¼ de xícara de óleo
  • 1 colher (sobremesa) de manjericão (opcional)
  • 1 pitada de açúcar
  • ½ colher de fermento biológico seco
  • Sal a gosto

Preparo:

Cozinhe e amasse a batata. Reserve. Numa vasilha, coloque as 2 xícaras de farinha, o fermento, o sal, o açúcar e o manjericão. Mexa. Junte a batata quente e misture. Coloque o óleo e a água e mexa. Coloque sobre a bancada e vá acrescentando farinha até desgrudar das mãos. Sove por uns três minutos. Não precisa esperar crescer. Se for fazer empadinhas, pincele as forminhas com óleo e polvilhe farinha. Preencha-as com massa, numa espessura de uns 3 mm, deixando uma borda pra que depois a tampa fixe. Coloque uma colher (sopa) de recheio. Faça a tampa, abrindo a massa com uns 2 mm de espessura e cortando um pedaço maior que a forminha. Coloque por cima da mesma e pressione as beiradas para cortar. Se for fazer pastelão abra a massa no comprimento desejado e na largura que dê para dobrar depois. Mantenha numa espessura de 2 a 3 mm. Coloque o recheio no centro e dobre, fechando bem as beiradas. Corte utilizando uma carretilha ou se for pequeno, a forma apropriada. Tenha certeza de que ficou com as bordas bem fechadas, Coloque numa assadeira e leve ao forno em temperatura média por volta de 40 minutos ou até dourar. As empadas podem ser desenformadas ainda quentes.

Essa massa é básica, por isso não postei aqui nenhum recheio em especial. Algumas sugestões:

Berinjela refogada e bem seca
PVT com alho poró
Milho
Escarola

Pastelão vegano (4)