Esfriou né? Pipoca & Filminho!Veja aqui as dicas do que assisti em maio, junho e julho!

Ele está de volta

Se Adolf Hitler retornasse repentinamente e ganhasse espaço em um programa de televisão, ele faria sucesso ou sofreria repulsa? Neste filme alemão de 2015, baseado em um livro homônimo, acompanhamos um retorno “mágico” de Hitler ao nosso mundo. Contratado como comediante, Hitler rapidamente faz sucesso com suas ideias, cativando o público. O filme é assustador, pois passa a mensagem de que, mesmo com toda nossa tecnologia, discursos de ódio podem se espalhar rapidamente – Ainda mais quando estão ocultos sob o leve verniz do humor. Vale a pena assistir.

Nota de 0 a 5: 5

Sombra lunar

Ele a persegue há anos, mas descobrir a verdade sobre essa misteriosa assassina pode ser um grande choque e uma chance de redenção. A sinopse oficial é muito bem escrita e venda a ideia de um filme de ficção científica envolvente, mas, pelo menos para mim, foi decepcionante.

Nota de 0 a 5: 2

Entrevista com o vampiro

Um quase clássico baseado na obra de Anne Rice, contando a história de Lestat, Louis e Claudia. Um filme intenso, com personagens marcantes e momentos dramáticos. Sinceramente, me pergunto por qual motivos todos os livros da Anne Rice não foram transformados em filmes – Se tem uma autora que merecia ter sua obra toda no cinema, essa autora é a Anne.

Nota de 0 a 5:5

Efeito Borboleta

Um estudante universitário descobre com controlar sua mente a ponto de conseguir viajar no tempo e alterar fatos que ocorreram e geraram traumas – Entretanto, cada mudança gera uma conseqüência diferente e, por vezes, trágica.

Nota de 0 a 5: 4

Jogo Perigoso

Um casal decide viajar para um lugar tranqüilo para tentar resgatar um pouco seu relacionamento. Entretanto, uma tragédia acontece e ela se vê algemada, em uma casa vazia, com todas as portas abertas e sem a possibilidade de gritar por ajuda, uma vez que a casa mais próxima está a quilômetros de distância. O que poderia acontecer? O filme é um suspense intenso, com poucos personagens e muitas horas de tensão. Suficiente para traumatizar qualquer pessoa (Sério, sempre deixe uma chave em local de fácil acesso quando decidir “brincar” utilizando algemas).

Nota de 0 a 5: 5

Você nem imagina

Ellie é uma estudante tímida e muito inteligente que vive com o pai em uma cidade pequena e fatura uma grana vendendo trabalhos e redações para seus colegas – até que um dia Paul a procura para pedir que ela escreva uma carta de amor para Aster, colega pela qual ele é apaixonado. O que Ellie não contava era se apaixonar por Aster. Um filme sobre crescimento, amizade e amor.

Nota de 0 a 5: 5

Jane A Virgem

Uma série muito divertida que acompanha a vida de Jane Gloriana Villanueva – Uma jovem estudante universitária inteligente, organizada e bastante religiosa que traçou para si mesma um cronograma rígido de metas – Até ser acidentalmente inseminada  artificialmente com o sêmen de Rafael Solano, um playboy que, por acaso, é dono do hotel onde ela trabalha. A série tem romance, ação, crimes e muitos motivos para rir. E tem mais uma vantagem: A série terminou na quinta temporada, o que significa que não corre o risco de ser cancelada e deixar aquele gostinho de “quero mais”

Nota de 0 a 5:5

Os 13 porquês

Baseada num livro homônimo, os 13 porquês (ou 13 reasons why), acompanha os acontecimentos que levaram a jovem Hanna ao suicídio e todos os traumas e segredos não resolvidos que irão perseguir seus colegas de escola – Em especial Clay Jasen. Uma série que infelizmente retrata o lado não tão inocente da juventude e os erros que infelizmente são cometidos por pais e educadores. Apresenta situações de violência física e psicológica, uso de drogas e abuso sexual/estupro. Não assista se você estiver passando por momentos difíceis relacionados a essas questões.

Nota de 0 a 5:5

O beijo no asfalto

Filme brasileiro baseado na obra de Nelson Rodrigues, acompanha a história de Arandir, um bancário que, ao socorrer um homem atropelado, realiza seu último pedido e o beija na boca – Esse ato é suficiente para causar o escândalo na sociedade e traz conseqüências trágicas. O elenco foi muito bem escolhido e, apesar de ser um filme antigo, com ritmo e qualidade de imagem muito diferente do que estamos acostumados nos tempos atuais, vale a pena assistir.

Jovem e Bela

Ela leva uma vida dupla: Diante da família, estudante dedicada. Nos horários livres, prostituta. Quem espera cenas de sexo “quentes” provavelmente irá se decepcionar. O filme também deixa a desejar ao não demonstrar claramente o motivo que levou a jovem a se prostituir.

Nota de 0 a 5: 2

Gostaram das dicas? Já assistiram algum desses filmes? Conta nos comentários!

Este post faz parte do BEDA (Blog Every Day August). Participam também:

Claudia – DricaChris Obduliono Mariana GouveiaViviane – Lunna Guedes – Adriana – Ale Helga

Desafio Cinetoscópio dos 30 Filmes #1

O blog Mire na Lua começou há tempos uma série de postagens bem interessante. Trata-se de um desafio proposto pelo site Cinetoscópio, o Desafio Cinetoscópio dos 30 filmes. Gostei tanto que decidi fazer as postagens aqui também! Já adianto que sou péssima em manter uma regularidade nestas coisas então não vou dizer que farei postagens diárias, mensais ou semanais, apenas farei as postagens com no mínimo uma semana de intervalo entre uma e outra… Vamos lá?

#1 – Um filme que te fez chorar

O diário roubado

Filme talvez pouco popular, o diário roubado estreou em 1992 e se baseia no livro homônimo escrito por Règine Deforges. Mais do que falar sobre um grande amor adolescente, o filme retrata este amor em uma cidade pequena no interior da França logo após o término da segunda guerra mundial. Anne e Virginie são personagens doces e cativantes. São jovens e estão ainda descobrindo os segredos do amor no seio de uma sociedade moralista e rígida. O filme é tocante e faz os olhos se encherem de lágrimas em várias passagens, e no final do filme, bem, melhor separar algumas caixinhas de lenços de papel. A trilha sonora é suave e profundamente melancólica em alguns trechos e a linguagem utilizada nos diálogos é poética.

Neste link é possível assistir o filme, porém a qualidade de imagem não é das melhores, portanto, quem tiver oportunidade de procurar em outras fontes poderá ter acesso a uma melhor qualidade de vídeo. Se acaso alguém já leu o livro, notará algumas diferenças durante a história.

Uma observação importante: Se você não gosta de histórias de amor homoafetivas este filme infelizmente não lhe irá agradar.

 

Dica de Filme: “Verdade ou Consequência”

Um filme que comecei a assistir sem dar nada por ele – nadinha mesmo – sabe, aquele filme que você coloca para simplesmente esperar o sono vir naqueles dias em que não quer ler, está sem inspiração para escrever e cansada demais para qualquer outra coisa? Então… Verdade ou Conseqüência é exatamente este filme. E ele surpreende: Tudo que acontece no desenrolar do filme tem uma crueldade adolescente, mesclada com toques de comédia e um mistério que só é desvendado no final. Há certa dose de drama também e uma pequena mensagem implícita acerca da falta que a estrutura familiar tem feito na vida da personagem principal. A sinopse pode não parecer empolgante – adolescentes comemorando o aniversário de uma amiga com um jogo de verdade ou conseqüência – entretanto, valeu a pena o clique e o tempo em frente ao PC assistindo ao filme ( pena que se passaram algumas semanas dedes o dia em que assisti – eu juro que estava procurando este texto/crítica em todos os meus papéis soltos aqui pela casa), enfim, assistam!

A Casa das Sete Mulheres

O livro que originou a série de TV produzida pela TV Globo e exibida em 2003, “A casa das sete mulheres” conta a guerra dos farrapos sob o ponto de vista feminino, expondo não apenas fatos históricos mais importantes como também a forma como tais fatos alteraram a rotina das mulheres da família do General Bento Gonçalves, que liderara a Revolução Farroupilha.

O ano é 1835. Os fazendeiros sulistas estão descontentes com a política nacional em relação ao charque. Alegam que o governo permite que o charque de países vizinhos entre livremente no país ao mesmo tempo em que impõe tributos altos ao charque nacional e ao sal, imponto um grande prejuízo aos estancieiros (fazendeiros).  Em 19 de Setembro de 1835 eclode a revolução, que duraria até 1845 e deixaria um rastro de mortes, sangue, dor e amor.   Inicialmente o intuito da revolução é apenas depor o presidente da província para que em seu lugar o imperador designe outro, mais sensível às necessidades dos produtores. Para resguardar a segurança das mulheres de sua família, o General Bento Gonçalves reúne todas na Estância da Barra. São sete mulheres em uma única casa, isoladas da sociedade, dos bailes, condenadas a uma espera permeada pelo medo e pela solidão. Na estância vizinha, a Estância do Brejo, vive sozinha D. Antônia, irmã do General Bento Gonçalves. Observe-se que quando se fala que viviam sozinhas deve-se entender que, na verdade, não ocupavam sozinhas as estâncias, que eram devidamente guarnecidas por escravos e peões.

A história conta-se por si mesma à partir de cada personagem, portanto faz-se necessário elencar um a um os personagens e sua trajetória na trama:

  • Bento Gonçalves: Homem forte, de caráter carismático e afeito à posição de liderança. Estancieiro, corajoso e muito acostumado à peleja (guerra). É um homem de caráter firme, dedicado à família (Sua esposa Caetana e seus filhos Joaquim, Bentinho, Caetano, Perpétua, Leão, Marco Antônio, Ana Joaquina e Maria Angélica). Ao iniciar a Revolução Farroupilha, seu único intento era lutar por justiça, para que a produção brasileira fosse valorizada; não pretendia derrubar o império ou separar o Sul do restante do Brasil, tornando-o uma república. Tais ideais surgiram devido aos acontecimentos e alianças. Os longos anos de guerra lhe trouxeram sofrimentos físicos e o desgaste de sua saúde. Também trouxeram sofrimentos morais, pois o passar dos anos foi descortinando os verdadeiros caráteres de pessoas que ele tinha como companheiros leais e a deturpação dos valores que ele tinha como certos, uma vez que em alguns momentos há pessoas que tentam colocar dinheiro e posição a cima de qualquer outro objetivo.
  • Caetana: A mulher de Bento Gonçalves, bela e cobiçada. É uma mulher ao mesmo tempo alegre e agoniada. Sofre pela falta de notícias do marido, sofre pelos filhos mais velhos que o acompanham na guerra e por ver nos olhos dos mais novos o desejo de seguir com o pai para a guerra (um fato engraçado: Leão e Marco Antônio, os dois meninos mais novos, chegam a fugir de casa, ainda crianças, na tentativa de ir ao encontro do pai, ficando muito adoentados por isso).Apesar dos temores, nem seus filhos nem seu marido morrem na guerra, embora para o marido Bento os dias difíceis acabem trazendo uma doença dos pulmões que o enfraquece e acaba matando-o anos após o término da revolução.
  • Perpétua: Filha de Caetana e de Bento Gonçalves, Perpétua já está em idade de procurar pretendentes quando a guerra eclode. Embora ela julgue difícil encontrar pretendentes em tempos de guerra, o amor aparecerá em sua vida de forma completamente inesperada: Inácio, dono da estância vizinha e casado com Teresa, mulher frágil que sofre dos pulmões, ao conhecer Perpétua apaixona-se por ela, e ela por ele. Perpétua tenta ser amiga de Teresa, enviando-lhe emplastos para que se fortaleça. Quando Teresa morre, Inácio e Perpétua se casam. Da união nascem duas crianças, uma das quais recebe o nome da falecida esposa de Inácio: Teresa.
  • Caetano e Bentinho: Filhos de Bento Gonçalves e Caetana, não tem uma grande participação na história, embora tenham sido aparentemente guerreiros valentes astutos e leais.
  • Joaquim: Filho mais velho de Bento Gonçalves e Caetana, Joaquim forma-se em medicina e se junta ao pai na batalha, salvando vidas dentro do que lhe é possível com a escassez de medicamentos. Ama a prima Manuela, para o qual foi prometido ainda menino e mal vê o momento em que a guerra acabe para que possa desposá-la. Seus planos são interrompidos quando ela se apaixona por Giuseppe Garibaldi, mas ainda assim ele não perde a esperança e, embora Manuela e Giuseppe não fiquem juntos, ela jamais aceita se casar com ele e ele passa muitos anos ainda após a guerra esperando que a moça mude de opinião, o que nunca acontece.
  • Leão e Marco Antônio: No início da revolução, são crianças. Após o episódio da fuga frustrada para encontrar o pai, Marco Antônio toma certa aversão às guerras, enquanto Leão continua a arder em desejo e, quando atinge a idade adequada, junta-se às tropas.
  • Antônia: Dona da Estância do Brejo, vizinha à Estância da Barra, é irmã de Bento Gonçalves. Tendo ficado viúva cedo, não chegou a ter filhos.
  • Ana: Irmã de Bento Gonçalves, perde na guerra o marido e um dos filhos.
  • Maria Manuela: Irmã de Bento Gonçalves e casada com Anselmo, Maria Manuela tem três filhas – Rosário, Manuela e Mariana e um filho, Antônio. É uma mulher de costumes rígidos. Fica viúva por conta da guerra e, quando a revolução termina, volta a morar em Pelotas com Manuela e com o filho.
  • Rosário: Filha de Maria Manuela e Anselmo, Rosário é uma jovem sonhadora, amante da moda e dos bailes e, por isso, odeia a vida na Estância e a guerra que a arrastou de sua vida na cidade. Com o passar dos meses, Rosário passa a receber a visita de Steban, um soldado uruguaio pelo qual se apaixona. Tudo estaria bem se Steban não fosse um fantasma. A moça pouco a pouco vai se afastando das outras habitantes da casa, passando horas e mais horas trancada na biblioteca onde seus encontros românticos com Steban acontecem. A família de Rosário pensa que ela está transtornada por causa da guerra e a manda para um convento, onde a menina continua encontrando-se com seu fantasma, até o dia em que se suicida para estar perto dele para sempre. Curioso é que ela se mata utilizando-se de uma espada uruguaia, muito antiga (pertencente a Steban) que as freiras não sabem como pode ter ido parar no convento.
  • Mariana: Filha de Maria Manuela e Anselmo, Mariana é uma menina alegre e sonhadora. Chega a trocar cartas com um marinheiro espanhol que morre em um ataque. Depois conhece João Gutierres, um peão, índio, pelo qual se apaixona e que a corresponde. Mariana sabe que sua família jamais aceitará tal romance, passando a encontrar-se escondida com o amante. Acaba engravidando e sua mãe a deixa trancada no quarto sem poder ver ninguém, até que D. Antônia a leva embora para a Estância do Brejo. João, demitido do serviço, acaba integrando-se às tropas de Bento Gonçalves. O filho dele e de Mariana nasce e é chamado Matias, conforme ele havia confidenciado à Mariana que gostaria que fosse. João retorna anos depois, por ter perdido uma das mãos. É recebido por Mariana, por D. Antônia e pelo filho, já bastante crescido. Maria Manuela chega a ir até a estância antes do retorno de João, vê o neto e manda-o chamar a filha, mas foge antes que Mariana a veja. Ela retornará a Pelotas sem ver a menina e pensando que jamais a veria de novo. Se tal encontro aconteceu algum dia, o livro não deixa bem claro.
  • Manuela: É pelos diários de Manuela que a história é contada. É a filha mais nova de Maria Manuela e Anselmo e, desde muito jovem tem certas premonições. Uma destas visões é a de um marinheiro de cabelos louros e olhos azuis agarrado a um mastro de navio. Manuela sabe que este será o amor de sua vida, e, no entanto, ela tem ainda quatorze anos. Quatro anos depois ele aparece: É Giuseppe Garibaldi, marinheiro italiano cuja cabeça está a prêmio em sua própria terra e que tem como ideal máximo a liberdade, e é pela luta em prol da liberdade que Garibaldi apaixona-se pela revolução Rio-grandense e luta ao lado de Bento Gonçalves. Ele se apaixona por Manuela, mas após Bento negar-lhe a mão da sobrinha (o pai de Manuela já havia falecido e o tio era o homem mais próximo para representar a família), ele continua lutando junto ao exército e acaba conhecendo Anita, mulher casada que abandona o marido para ficar com ele e acompanha-lo ao campo de batalha. Manuela esperaria o retorno de Garibaldi pelo resto de seus dias, tendo morrido, portanto solteira e conhecida em pelotas como “a noiva de Garibaldi”.
  • Garibaldi e Anita: Lutaram juntos pelo sonho da República Rio-Grandense, Anita chegou mesmo a ter seu filho, Menotti, no acampamento de batalha, enfrentando grávida todas as dificuldades de uma guerra. É somente no final da revolução que ela e Garibaldi decidem abandonar o exército farroupilha, pois todos os amigos que vieram da Itália juntar-se à Garibaldi acabam morrendo e ele, sem seus amigos, um deles quase um irmão, vendo homens e mais homens valorosos morrerem em vão, por uma batalha praticamente perdida, pede baixa do exército e vai para o Uruguai com Anita. Mesmo após a morte da companheira, Garibaldi não volta a buscar Manuela, como esta esperava que acontecesse. Tempos depois da morte de Anita, Garibaldi morre. Entre suas vitórias pelo exército farroupilha, está a construção de uma pequena frota que tomou de assalto a Lagoa dos Patos e garantiu um porto ao exército.
  • Netto, Teixeira Nunes e Corte Real: Oficiais leais ao exército farroupilha têm como ideais a República e a abolição dos escravos. Netto e Teixeira Nunes acompanham Bento Gonçalves até o final da revolução. Corte Real acaba morto em combate.
  • Bento Manuel: É um oficial farroupilha que tem grande inveja de Bento Gonçalves, deserta do exército republicano e passa a apoiar o Império.
  • Onofre Pires: Oficial, primo e amigo de Bento Gonçalves, durante a revolução começa a tornar-se ganancioso e desumano, desagradando Bento Gonçalves. Após ter insinuado que Bento seria ladrão, é desafiado para um duelo, onde Bento acaba ferindo-o gravemente. O ferimento gangrena causando a morte a Onofre.
  • Nettinho: Escravo, negro de olhos azuis, todos suspeitam que seja filho do general Netto com uma escrava. Mostra-se muito valente.
  • Zé Pedra e Beata: Escravos da fazenda, valentes e servis. Aguardam a alforria que só viria se os farroupilhas vencessem a guerra.

Orgulho e Preconceito (Jane Austen)

OrgulhoePreconceito-

(Atenção: Contém revelações sobre o livro) 

A autora Jane Austen nasceu em Steventon, Hampshire em 1775 e começou a escrever ainda adolescente, apenas por diversão. Sua saúde sempre fora frágil e, em 1817 veio a falecer aos 42 anos. Alguns de seus romances mais conhecidos são Razão e Sensibilidade e Orgulho e Preconceito.

Jane Austen retrata costumes de sua época. O romance conta a história da família Bennet, uma família simples do interior da Inglaterra, formada pelo pai, pela mãe e por cinco irmãs: Elizabeth Bennet, Jane Bennet, Mary Bennet, Kitty Bennet e Lydia Bennet. O romance é narrado em primeira pessoa (pela voz de Elizabeth Bennet) e em terceira pessoa; quanto aos personagens, apresentam grandes peculiaridades. Elizabeth Bennet é uma mulher instruída e muito observadora, extremamente sensata e a filha preferida do sr. Bennet. Jane é a mais velha das irmãs e a mais bela delas, também é uma mulher sensata, de educação esmerada e modos comedidos. Mary é excessivamente instruída, em uma linguagem moderna, seria a verdadeira “Nerd”, sempre lendo e resumindo os livros aos quais se dedicou. Kitty e Lydia são as irmãs mais novas de“maus” modos, são namoradeiras e seu único interesse é ir até o condado vizinho ver os oficiais que lá estão acampados. O sr. Bennet é homem de poucas palavras, de humor bom, mas ao mesmo tempo sagaz. A sra. Bennet é a mãe que deseja desesperadamente casar as filhas; a boa esposa preocupada por saber que por lei a casa onde vivem não lhes pertencerá após a morte do esposo, já que não tiveram um filho varão que a pudesse herdar.

Toda a ação do livro começa com a boa sra. Bennet pedindo que o marido vá visitar o novo vizinho, sr. Charles Bingley, homem jovem e de bons rendimentos, que mudou-se para a propriedade próxima a eles. Sua intenção: Travar boas relações com o jovem desconhecido na intenção de casar uma das filhas. Após uma pretensa recusa (apenas para irritar a esposa) o sr. Bennet faz a tal visita. É inegável o encantamento do sr. Bingley com a jovem Jane Bennet. Ocorre que Bingley tem um grande amigo: Fritzwilliam Darcy, homem de modos arredios e aparentemente muito orgulhoso. Assim como Elizabeth Bennet, Darcy é instruído, observador e sagaz e, durante cada encontro com a moça, pode-se notar uma severa disputa de opiniões/pontos de vista. A sociedade interiorana em que vivem as irmãs Bennet sem mais explicações rotula os rapazes: Bingley é o bom garoto que todas desejam como genro; Darcy é o homem rico, desagradável e de maus-modos.  Outro personagem engraçado é o sr. Collins, tio das meninas Bennet e protegido de Lady Catherine (Tia do Sr. Darcy) que o escolheu para reitoria da paróquia de sua propriedade: Sr. Collins é o herdeiro legal da propriedade onde residem os Bennet e, procurando uma esposa, encanta-se com Elizabeth, que o recusa para desespero da mãe. Ele é o tipo de homem enfadonho, de horizontes fechados. Acaba casando-se com a amiga de Elizabeth.

A história desenrola-se num ritmo constante e agradável e leitores que possuam imaginação aflorada quase conseguem “ouvir” a srta. Bennet “narrando” a história. Não é a toa que o livro ganhou adaptações para o teatro e televisão, inspirou vários outros trabalhos literários, além de ter sido adaptado quatro vezes para o cinema, nos anos de 1940, 2003, 2004 e 2005. 

O vocabulário é bem trabalhado, mas não é de difícil compreensão, o que o faz adequado para pessoas de todas as idades. Especialmente, eu indicaria este livro como um bom presente para jovens a partir dos doze anos de idade por conter elementos como romance e intrigas, temas que sempre despertam o interesse de adolescentes. 

Fale com ela

Fale com ela (Direção Pedro Almodóvar, 2002)

             Dois homens tendo que lidar com o destino das mulheres amadas: Ambas em coma irreversível. Benigno é um enfermeiro que sempre alimentou um amor secreto por Alicia. Quando ela sofre um acidente e entra em coma, ele torna-se o enfermeiro dela. Marco é um jornalista. Sua namorada, a toureira Lydia, entrou em coma após um acidente na arena. Ambas, Lydia e Alice estão no mesmo hospital, porém enquanto Benigno trata Alicia como se ela estivesse consciente, contando-lhe seu dia a dia e conversando, Marco permanece paralisado diante de Lydia.

           No decorrer do filme, Marco e Benigno tornam-se amigos e Benigno aconselha Marco “Fale com ela”.

            Explicar passo a passo o que acontece no filme seria tirar o prazer de assisti-lo. Aos que acreditam que a sinopse acima não é um roteiro interessante só há algo que se possa dizer: Estão enganados. Almodóvar apresenta os personagens de modo lento e denso e é impossível não querer saber o que acontecerá a cada um – e o destino do quarteto é imprevisível e surpreendente. Vale a pena assistir cada segundo desse filme clássico.

            O filme, vencedor do Oscar na categoria melhor roteiro (2003) conta com a participação de Caetano Veloso, além de ter um elenco incrível.