Capítulo 5

“Valeska:
Voltei para cá e pensei muito sobre nós e sobre tudo que aconteceu. Não entendo por que tudo terminou assim, tínhamos um amor tão puro, ou pelo menos eu tinha um amor puro por você. Tinha?Infelizmente não,eu ainda te amo,acho que jamais deixarei de amá-la, mas depois daquela noite nunca mais conseguirei confiar em você, e você sabe muito bem disso.
Não conseguiria encontrá-la todos os dias no colégio, não conseguiria continuar a ser tua amiga… E além do mais, sei que nossos pais, acostumados a nos verem sempre unidas iriam achar muito estranho se nos afastássemos de repente. Para evitar perguntas indesejáveis e também para não sofrer todos os dias com a sua presença, convenci meus pais a me deixarem ir morar com minha tia em Santos até o fim do ano. Ela é uma das coordenadoras do Colégio Cultura Brasileira e vai conseguir uma bolsa para que eu termine o ano letivo lá… Se eu conseguir boas notas, ficarei o ano que vem também, ou tentarei um intercâmbio… Ainda não sei…
Só espero que a dor que sinto passe depressa…
Seu amor me deu as mais belas lembranças que alguém pode ter, me deu todos os sonhos e agora é a causa dos meus piores pesadelos.
Espero que você consiga ser feliz, pois sua traição no verão passado demonstra claramente que eu não fui capaz de te completar, e a sua atitude em relação àquela noite em que… Não consigo me referir àquela noite, mas você sabe do que estou falando, sua atitude aquela noite demonstrou que além de não me amar, você também não me respeita.
Não me responda esta carta. Não quero receber notícias suas. Sei que vai ser infeliz longe de mim, mas a culpa é apenas sua e não quero me magoar sabendo da sua infelicidade.
Um abraço, daquela que te ama e jamais te esquecerá

Marjorie”

Não era possível. Isso não poderia estar acontecendo com ela. Apesar do pedido de Marjorie, Valeska respondeu a carta:

“Marjorie,

Meu amor, não faz isso comigo, não me abandone dessa forma. Por favor, dê mais uma chance para nós duas. Sei que não fui digna do teu amor, mas estou arrependida, quero voltar para os teus braços, quero você agora e para sempre. Não sei como pude me deixar enganar pela Melissa.
Não consigo parar de pensar em você e o que mais me dói é saber que eu te fiz sofrer. Lembro-me dos seus olhos, do amor que expressavam. Não vou conseguir sobreviver sem você ao meu lado. Volta para mim…

Com amor

Valeska”

Sem respostas…

(Imagem: Internet)

Anúncios