Capítulo 11

Durante todo o mês de Julho, Valeska não teve a oportunidade de ver Gabi nenhuma vez. A amiga estava muito “ocupada aprendendo a ser feliz com alguém que não amava, mas que a amava acima de tudo.Continuaram se correspondendo quando Valeska voltou para a capital. Gabi ainda tinha muitas dúvidas, não queria magoar sua namorada pois gostava muito dela, mas também não queria se magoar, pois tinha consciência de que Melissa só havia ficado com ela por não ter outra pessoa ao seu alcance.
Em São Paulo, Melissa começa o segundo ano do Ensino Médio. Termina o namoro com Luciana, fica sozinha por um tempo, tentando convencer Valeska de que elas poderiam ter um romance secreto sem que ninguém soubesse e sem compromisso. Vendo que não tem mesmo nenhuma chance, aceita namorar um rapaz, seu colega no colégio.
Os pais de Valeska ficam sem entender nada afinal, trouxeram Melissa com eles para dar-lhe a liberdade de viver sua vida como ela quisesse, desde que não fizesse nada que prejudicasse sua formação, sabiam que ela era lésbica, então, por que ela estava se entregando a um rapaz?Pensam mesmo em mandá-la de volta aos pais, mas ao verem a alegria dela quando está com os amigos, ficam com pena e resolvem mantê-la com eles.
Um dia pela manhã o telefone de Marjorie toca. Ela não está esperando nenhuma ligação, mas atende mesmo assim:
-Alô.
-Alô, por favor, eu gostaria de falar com a Srta. Marjorie.
-Pois não.
-Bom dia Marjorie, meu nome é Christopher, sou supervisor do Bingo Sete Mares, onde você deixou um currículo alguns dias atrás. Você ainda está interessada em trabalhar conosco?
-Estou.
-Poderia comparecer aqui hoje, às 16h00min para uma entrevista?
-Com muito prazer!
-Então, até à tarde.
-Obrigada.
-Por nada.

Às 15h40min, Marjorie já está no Sete Mares. Está muito nervosa, pois vai ser entrevistada por Christopher que ao telefone pareceu-lhe muito severo.
Quando chega a sua vez, nervosa, Marjorie treme muito mas ao entrar na sala, depara-se com um rapaz, na faixa dos 30 anos, muito simpático e tranqüilo. Ele a convida para sentar-se, pede que sirvam um suco de laranja e começam a conversar:
-Boa tarde Marjorie
-Boa tarde, Sr.Christopher.
-Por favor, Christopher.
-Desculpe.
-Não há de que. Bom, como você pode perceber, eu não mordo, então, comece a falar.
-Falar sobre?
-Bom você deseja trabalhar conosco, eu gostaria de saber mais sobre você.
-Atualmente eu trabalho na loja Fashion Still, no shopping Miramar, estudo à noite na E.T.E.C D.Escolástica Rosa,onde estou cursando o segundo semestre no curso Técnico em Informática.
-Marjorie, não quero saber apenas a sua vida, digamos,profissional. Quero saber sobre você. Gosto de conhecer muito profundamente as pessoas que trabalham comigo e como você vai começar amanhã, se puder, gostaria de saber mais sobre a sua vida…
-Como assim, começar amanhã?Isso quer dizer que estou contratada?
-Se você ainda quiser trabalhar com a nossa equipe, e puder se adaptar aos nossos horários e ao salário… Sim, você está contratada.
Marjorie não sabia o que dizer… Precisaria ainda de uns quinze dias antes de poder assumir seu novo posto, pois ainda era contratada na Fashion Still. Christopher deu-lhe um mês de prazo, para que pudesse resolver tudo o que precisasse ser resolvido.
Marjorie começa a trabalhar no caixa do Vídeo Bingo, das 08h00min às 17h00min.
No Bingo faz muitos amigos e amigas, que a convidam para sair, ir à praia. Ela sempre recusa os convites e, aos poucos, os colegas desistem de chamá-la para qualquer programa.
Apenas Christopher a chama para conversar em sua sala após o horário de expediente dela aos fins de semana, pois durante a semana ela sempre tem que sair apressada para não perder as aulas.
O tempo vai passando, Marjorie e Christopher estão cada vez mais amigos, mas mesmo assim Marjorie desconversa quando ele pergunta sobre sua vida sentimental ou o motivo que leva uma garota de apenas 18 anos morar sozinha, longe da família, numa cidade estranha.
Christopher tem 34 anos, não pode ser considerado um galã, tem estatura e peso médios, pele morena e olhos cor-de-mel de um olhar penetrante e seguro, talvez por isso, faça tanto sucesso com as mulheres. Ele sabe chegar,seduzir apenas com as palavras e alguns gestos simples,como um telefonema apenas para dizer bom-dia,ou uma rosa deixada com um bilhete na portaria do prédio.
Já fora casado duas vezes. Separou-se, pois após algum tempo de união a convivência fazia com que a magia do relacionamento fosse acabando.
Do seu primeiro casamento tem uma filha, Diana, que nasceu quando ele ainda estava com 18 anos.
Christopher e Martha se casaram por que ela estava grávida, por isso não curtiram como deveriam o matrimônio, nem os primeiros anos de vida de sua filha. Separaram-se cinco anos após a união. Christopher procura ser um pai presente: Passa os fins de semana com a filha, vão juntos ao cinema, passeiam, conversam.
Quando se casou pela segunda vez, imaginou que seria para o resto de sua vida. Ele estava com 28 anos, casou-se por que gostava muito da namorada e queria tê-la sempre ao seu lado. Viveram felizes por três anos, mas infelizmente brigavam muito, Letícia era muito ciumenta, não o deixava ter amigos, e ele, trabalhando com o público, pois na época ainda era atendente do vídeo bingo, era conhecido, várias vezes encontrava clientes nos barzinhos aonde ia com a esposa. Ela também não gostava de vê-lo tão unido à Diana, acreditava que essa união fosse apenas uma desculpa para rever Martha.
Após terminar esse segundo casamento, Christopher entrou em uma fase de apenas “aproveitar o que viesse”, era um verdadeiro D.Juan, mas sempre respeitou as mulheres com quem ficava, deixando bem claro que seria um relacionamento breve, sem muito envolvimento da parte dele, seriam apenas amigos que se amam e fazem sexo casualmente.Porém algo mudou na sua vida, quando entrevistou Marjorie. Ele não conseguia entender, mas alguma coisa prendia-o a ela, fazia com que ele quisesse estar sempre perto. Ele sabia que Marjorie escondia alguma coisa dele, mas não conseguia entender o que. Aquele olhar guardava muitas marcas, marcas profundas que tocavam seu coração.