O que eu vou fazer com essa tal liberdade? #FériasQG

Julho – Mês frio, com noites longas e um toque de saudosismo. Quem não sente saudades da infância, quando a única tarefa dos primeiros meses do ano era conseguir notas boas na escola para poder aproveitar as férias julinas? Pois é, julho, para nós que já somos “grandinhos” e trabalhamos é somente mais um mês, amontoado de dias frios e tarefas para cumprir. Mas não precisa ser sempre assim! Aliás, não deve ser assim, afinal, se não aproveitarmos cada segundinho, em breve o mês de agosto irá chegar e trazer de volta a velha rotina e com ela aquela sensação de que os dias que se passaram deveriam ter sido melhor aproveitados.   Julho é o primeiro mês da segunda metade do ano, é um período bacana para verificarmos aquela listinha de metas – o que conseguimos fazer, o que não conseguimos e por qual motivo, o que ainda podemos correr atrás antes que o ano termine. Também é uma boa época para tirar as roupas de frio do guarda roupa e fazer doações para quem não tem com o que se aquecer. Aproveite e tire livros e outros objetos que não está utilizando, isso dá uma leveza na casa! É também oficialmente a época das diversões relativamente baratas: Sempre tem uma quermessezinha rolando em alguma parte da cidade! Aproveite!

Para quem além de trabalhar também é estudante, o período chega a ser “mais ou menos férias” – livres das aulas, mas com a obrigação diária de comparecer ao trabalho, muitas vezes não valorizamos adequadamente esses dias quase livres que o meio do ano nos trás e nem percebemos que nos sobra um tempinho para passeios rápidos, caminhadas, maratonas de séries e outras coisinhas que surjam de repente! Tudo bem que a crise político-financeira que o país atravessa tem feito as noites longas e a grana curta, mas vamos concordar: Com um pouquinho de esforço e imaginação, dá para aproveitar e renovar as energias!

Mas afinal de contas – o que fazer com essa tal liberdade que as férias ou quase férias estão nos trazendo?

A lista é bem grande – desde ler um livro ou assistir uma série apenas pelo prazer de ler ou assistir, até fazer coisas importantes como turbinar os estudos (isso mesmo, rever aquela matéria na qual você não está indo assim tão bem no colégio), organizar o quarto (sim, isso inclui aquela gaveta de papéis velhos) ou iniciar uma dieta, atividade física, parar de fumar, enfim, dá para fazer muita coisa! Ainda quer dicas? Acompanhe a página do blog no Facebook – Além daquela mensagem diária para você compartilhar e desejar um ótimo dia aos amigos e amigas, também haverá mensagens com dicas legais para as férias!

 

1-2

 

Playlist: Dia dos Namorados

Boa noite! Tudo bem? O tema deste mês só pode ser um: Amor! Como vocês sabem, eu simplesmente amo música e não poderia deixar de sugerir uma playlist bem romântica para o dia dos namorados, não é verdade? Mas, como a vida está difícil e não é todo mundo que vai encontrar aquela pessoa especial na segunda feira, decidi fazer três playlists: A primeira só com músicas para se declarar pro seu amado ou amada. A segunda para curtir bem agarradinho num lugar aconchegante e, a terceira para chorar no quentinho do seu quarto e curtir aquela saudade dos momentos vividos ou não com aquela pessoa que você ama mas que não corresponde os seus sentimentos (infelizmente isso pode acontecer). E a terceira pra curtir juntinho com o namorado ou namorada ❤

 

PLAYLIST PARA DAR AQUELA INDIRETA E DIZER “EU TE AMO”

1 – Ana Muller – Sua.

Uma das minhas músicas favoritas no momento. Escuto umas mil vezes por dia e se estivesse namorando ia mandar pro amado pelo menos uma vez por semana…rs

 

2- Garoto Errado (Manu Gavassi)

Pode ser bem juvenil, mas com toda simplicidade é uma forma de dizer “Hey, eu existo e gosto de você”

3 – De janeiro a janeiro (Roberta Campos)

Outra letra simples, doce e linda!

 

4- Me namora (Edu Ribeiro)

Uma declaração dessas… Sem palavras!

 

5 – The first time ever I saw your face  (Johnny Cash)

Não tem como resistir a uma declaração dessas, não é verdade? Uma canção sobre a primeira vez em que você viu a pessoa amada!

6 -Pela luz dos olhos teus (Tom e Miucha)

Não poderia faltar esse clássico da nossa Mpb na lista, não é verdade?

 

7 – Dio, come ti amo

Uma canção que poucos conhecem e cuja letra é de longe uma das mais belas!

 

8 – Your song

Outra letra belíssima!

 

9 – A Thousand Years (Christina Perri)

Não poderia faltar na lista!

 

10 – Eu sei que vou te amar

Outro clássico da Mpb que não poderia faltar na lista de músicas para declarar seu amor!

 

PLAYLIST PARA OUVIR BEM AGARRADINHOS

1- You Are My Sunshine (Johnny Cash)

Johnny Cash tem repertório pra declarar um grande amor, pra curtir juntinho e pra curtir aquela tristeza também… Um compositor/cantor completo!

 

2- Reviso meus planos (Maneva)

Sabe aquela música que emociona? Maneva é uma banda de reggae brasileira que consegue balançar o coração…

 

3-  True Love (Eivør)

Já pensou como certos amores são impossíveis? O clipe dessa música fará vocês pensarem ainda mais na sorte que tem por estar ao lado de alguém especial.

 

4- Eu não existo sem você (Tom e Vinicius)

Clássico da Mpb delicioso pra se ouvir a dois!

 

5- Fly me to the moon (Frank Sinatra)

Como deixar a voz do século de fora de uma lista romântica? Não pode!

 

6- Céu Azul (CBjr)

Um poeta controverso. Um músico amado por muitos, criticado por outros tantos…

 

7- Ne me quitte pas (Maysa)

A letra é bem triste e talvez eu devesse incluí-la na próxima playlist, entretanto, por algum motivo essa música é tão boa para ouvir a dois…

8 –  Meu amor (Ana Muller)

Essa menina é uma prova de que ainda somos capazes de produzir uma Mpb de qualidade! Perfeita!

 

9- Maneva – Luz que me traz paz

10 – Te quiero (Susana Baca)

Essa talvez não seja uma canção muito conhecida no Brasil, mas vale a pena ouvir!

 

3- PLAYLIST PARA OUVIR SE ESTIVER SOZINHO(A) NO DIA 12 DE JUNHO

1- Fragmentar (Ana Muller)

 

2 e 3 – Sea of heartbreak e Hurt (Johnny Cash)

Lembra que eu falei que Cash tinha repertório pra todos os momentos?  Só pra provar vou colocar duas canções dele pra ouvir quando estiver triste!

 

 

4- Gloomy Sunday

Essa música é realmente bastante triste! A original é húngara, mas eu gosto mais da versão na voz da Billie Holyday

5- La solitudine

6- O que falta em você sou eu (Marília Mendonça)

7- Gostoso demais (Maria Bethânia)

8 – Depois de ter você (Maria Bethânia e Adriana Calcanhoto)

9- O destino não quis (Maneva)

10 – La barca (Luis Miguel)

 

Então, o que acharam das três playlist especiais que preparei pro mês mais romântico do ano? Qual música incluiriam?


Pra quem ainda não sabe, o blog tem uma página no facebook: Devaneios e Poesias e lá eu posto um monte de coisinhas que não costumo postar aqui: Fotos, músicas, TAGs… Curtam lá!

Outra novidade: Agora eu tenho um Instagram, ainda estou aprendendo a usá-lo, mas fica o convite para que me sigam! darlene_poetisa

 

Boas vindas ao mês mais romântico e cruel do ano

Junho chega finalmente com seus dias frios e cinzentos, suas chuvas e seu infalível clima da romance. Muitos falam dos amores de verão, dos amores de primavera, mas, é quase em meados do mês mais frio do ano, praticamente às portas do inverno, que comemoramos o Dia dos Namorados. É em junho, quando o frio exige provas infalíveis de amor e companheirismo, que se celebra o amor entre os casais. Devem, entretanto, os pombinhos apaixonados, precaver-se da nefasta influencia comercial que tenta transformar esse dia especial em mais uma mera oportunidade de vender e vender (como, aliás, acontece no dia das mães, dos pais, das crianças e etc.). Aproveitem e dêem um ao outro algo que nenhum dinheiro pode comprar: A presença, o amor, a companhia, o carinho.

Junho chega com seu clima de romance, mas também com seu ar de tristeza – sempre há aquelas pessoas que terminaram recentemente um relacionamento de anos e irão passar o dia, no sofá com um balde de pipoca, um filme e uma caixa de lenços. Ou ainda aquelas que nunca conseguiram passar essa data efetivamente namorando alguém e muitas vezes sequer chegaram a ser uma opção séria e real na vida de alguém (a autora que lhes escreve se enquadra nessa categoria). Sério: Antes de postar mil e uma fotos de casal nas redes sociais, seria bom ter um pouco de empatia com aqueles e aquelas que estão solteiros – seja porque não encontraram um grande amor, seja porque encontraram e não deu certo, seja porque já desistiram cansadas de tantas rejeições – acreditem: Existem pessoas que chegaram aos 30 anos (ou mais) exatamente assim: Sozinhas. Não leitor, esse texto não é algo do tipo “não poste suas fotos, esconda sua felicidade”. Poste fotos sim, curtam muito o “Love” de vocês, escrevam poemas, cartas, mimos. Mas tentem não sair perguntando no dia seguinte como foi o final de semana dos amigos, pois esse ano, o Dia dos Namorados irá cair em uma segunda-feira e muita gente vai chegar no trabalho ou na faculdade se sentindo a última bolacha do pacote, aquela mesma, esquecida, quebrada e jogada num canto depois de um final de semana solitário, excluídos e excluídas pelos amigos que foram comemorar o dia mais romântico do ano.

0ea7c20c07ce920bcf6aaac69a90469e

Abraços Amigos

São sempre um ninho
Os abraços d’um amigo
E os olhos são abrigo
E os olhares são carinho

E o tempo corre, ligeirinho
Quando abrigada sigo
Querendo mais uns minutos contigo
-Oh, tempo, passe de mansinho!

Mas o tempo corre veloz
E já se faz hora de partir
Quando vemos, já estamos sós

Cai escura a noite- hora de dormir
Feliz a pensar nos laços que somos nós
E nos momentos que já são saudade atroz

(Poema escrito para um amigo querido, depois de uma noite de segunda-feira -08/05/17 – conversando no carro em aninhados e ternos abraços)

Minha adolescente de 50 (e tantos) anos favorita

 

Hoje é um dia especial: Vou apresentar a vocês uma pessoa muito querida- Minha mãe.

Ela não é apenas mais uma mulher normal. Ela é uma mulher forte, bonita, incrível. Talvez um pouco fora de padrão – mas para que padrões? Quem precisa de padrão é produto industrializado, não gente. Ela não tem fricote, nem frescura..

Minha mãe cozinha como uma cheff. Pinta paredes e sabe fazer pequenos consertos domésticos também. E se derrete com cachorros e plantas.

Ela me ensinou a gostar de livros e quando eu cresci e cheguei na oitava série, dei o vídeo-game dela para outra criança e entreguei um livro em suas mãos – Afinal, temos que incentivar a leitura não é mesmo?

Ela me ensinou a cozinhar – Dom de família essa intimidade com o fogão.

Ela pode ser bem adolescente quando quer – Companheira de baladas, luaus, barzinhos. Companheira nas passeatas contra o Temer, nas paradas LGBT, nas manifestações e até mesmo na Marcha da Maconha. Amiga dos meus amigos – às vezes eles até dizem que ela é mais divertida que eu! Às vezes eu a deixo viciada em séries. E em receitas novas. Às vezes a gente briga (quem nunca, não é mesmo?), mas logo faz as pazes.

Ela é mulher de farra e de luta. Cheia de amor – mas ao mesmo tempo cheia de indignação com esse mundo maluco em que a gente vive e, conseqüentemente as vezes revoltada – minha jovem de 50 favorita!

E eu sempre digo que, quem casar comigo, leva a sogra de brinde (prometo que ela é um amor <3), porque afinal de contas, como eu vou privar meus futuros filhos da companhia diária de alguém como ela?

Mãe, amanhã é seu dia! Feliz dia das mães para nós!!! Amo você!

Design sem nome (1)4

Feliz Ano-Novo! Blessed Samhain!

Hoje lares pagãos/wiccanos de todo o hemisfério Sul comemoram o Samhain. É um festival que celebra a última colheita antes do inverno. É tempo de guardar o que será imprescindível à sobrevivência pelos próximos meses gelados que se aproximam. O Deus-Sol morre, tornando-se O Senhor das Sombras, e a Deusa está em sua face anciã, cheia de recolhimento, mistério e sabedoria. Ela sabe que em seu ventre há a centelha de vida do Deus que irá renascer em Yule.

Considera-se o Samhain como o Ano-Novo dos bruxos, uma noite em que os véus que separam o mundo espiritual e o mundo material se encontram mais tênues, facilitando o contato com os antepassado – por isso nessa data é costume que se homenageiem aqueles que já nos deixaram. No hemisfério norte  o Samhain é comemorado em 31 de Outubro, o que acabou originando o Halloween (Dia das Bruxas), e o “Dia de todos os Santos”, introduzido pela Igreja Católica para cristianizar as festividades pagãs que ela não conseguia retirar dos costumes populares.

É um tempo de reflexão e de estabelecer metas para o próximo ano que entrará.

Algumas atividades típicas dessa data são:

Queimar pedidos para o próximo ano

Confeccionar um Jack O´Lantern

Fazer oferendas de maçãs e pães de grãos nos Jardins dos Ancestrais

Rituais divinatórios (Tarot, caldeirão, espelho, runas)

Confeccionar vassouras, bastões, cordas de bruxa e outros objetos mágicos

Acender uma vela laranja à meia-noite para atrair sorte

As cores usadas nesse Sabath são o Preto e o Laranja. Já as ervas são a nós-moscada, sálvia, menta, mirra, patchuli, artemísia, alecrim, musgo, calêndula, louro, mandrágora. Pedras também devem ser utilizadas durante os rituais e nesse período, como fontes de proteção e energia – as que se relacionam ao festival são: obsidiana, floco de neve, ônix, cornalina, turmalina negra, âmbar, granada, hematita.

Tenham todos e todas um abençoado Samhain e um novo ano cheio de paz, luz e amor!

TAG: Coisas que amo

Mês passado lancei a TAG “Coisas que detesto” . Foi uma experiência divertida e, por isso decidi criar mensalmente uma nova TAG! Esse mês de Março o tema será “Coisas que amo” e vai funcionar do mesmo jeito: Só postar (ou compartilhar) a imagem no seu Facebook ou outra rede social e esperar os amigos comentarem. Aí você comenta as respostas deles em um texto no blog!
Tenho que confessar que essa TAG me surpreendeu – Tenho uma página do blog no Facebook onde posto conteúdos rápidos, fotos, etc. Até semana passada eu tinha 531 curtidores nessa página e, após lançar a TAG por lá, o número chegou a 15mil! 15mil pessoas curtindo a minha página é algo que ainda me assombra, mas estou muito feliz! Enfim, vamos lá comentar as respostas das coisas meus amigos acham que eu amo!

1) Ataulfo Alves: Ok, eu gosto de músicas antigas,mas dizer que eu AME Ataulfo Alves é forçar um pouco a situação… Podia ser ao menos Carlos Galhardo ou Frank Sinatra, não é Daniel Prates? Afinal, você é cantor e eu nunca lhe pedi Ataulfo Alves em nenhum show! Kkkk
2) Jiló: Meu amigo Josué Pedrozo errou muito feio!
3) Ana Marques disse violão. Sim. Amo violão, levava pra faculdade para tocar no intervalo inclusive!
4) Lamartine Babo: Também é exagero dizer que está no rol das coisas que amo. Ele ficou conhecido pelas marchinhas e pelo carnaval e eu não sou assim muito carnavalesca, então para mim é indiferente… Vera não acertou!
5) Pakalolo: Eita assunto tenso de se comentar em público não? Humberto foi bem espertinho em sugerir essa!
Amor próprio: Sempre importante. Foi um comentário inusitado do Marcelo Inácio, mas interessante.
6) Verônica Nascimento: Escreveu “Eu”. É, como não amar as amigas?
7) Amor Vampírico: Minha amiga Chuana acertou! Não resisto a uma boa história de amor entre vampiros ou vampiros e humanos.
8) Escrever: Amo muito! E alguns amigos meus lembraram de dizer isso! Demorou, mas lembraram! Mario Rezende e Lili Maria acertaram!
9) Conversar: Gosto e como gosto! João acetou!
10) Bruxas: Minha amiga Jackeline lembrou muito bem esse detalhe! Sou Wiccana e adoro bruxas!
11) Liberdade, Igualdade e Fraternidade: A querida Rose Magalhães disse as três coisas que eu gostaria de saber que existem para todos e todas.
12) Atum: Só o Renisson! Piada pessoal pelo dia há anos atrás, em que quase tive uma pequena recaída do vegetarianismo comendo uma torrada com patê de atum… Não gosto nem de lembrar! Amo Atum, desde que esteja vivo. #GoVegan
13) Música: Rosa, Lili e Pontes acertaram essa! Amo muito, tanto que estudo música!
14) Cantar: Uma lembrança muito boa da Raquel! Sim, amo cantar!
15) Amigos: Novamente a Raquel lembrou algo importante! Amo meus amigos
16) Batata Doce: kkkk A Kuka lembrou de algo engraçado! Batata Doce? Eu não posso amar batata doce… Mas ao mesmo tempo, por que não? Sim, eu amo batata doce, principalmente doce de batata doce.
17) Dançar: Dox acertou também, amo dançar e meu sonho antes da música era fazer faculdade de Dança!

Meus amigos provaram que me conhecem bem, tanto nas coisas que odeio quanto nas que amo, mas fiquei bastante decepcionada: Ninguém citou “Livros”, “Frio”, “Chuva”!
Bom, ficam convidados para responder a TAG:

Hello

Patriamarga

Vivimetaliun

Pitacos e Achados

COISAS QUE AMO

 

 

17/04/16: O dia que historiadores terão dificuldade de explicar no futuro

Em 17 de Abril de 2016 votava-se no Congresso o afastamento da Presidenta Dilma, que posteriormente sofreria o impeachment. Foi o início de um período nebuloso que perdura até os dias atuais: O atual presidente aprofunda ainda mais o abismo social já existente no país através de reformas que precarizam o trabalho, o ensino, os serviços públicos e até mesmo a aposentadoria. É uma realidade assustadora, especialmente para as camadas sociais menos favorecidas economicamente e para as minorias. E isso tudo está sendo vendido e maquiado pela mídia de forma a levar uma parcela da população a acreditar que esta é a única maneira de sair da atual crise é a implementação de tais medidas que trarão resultados desastrosos para o futuro do país. É impressionante o silencio ou mesmo a fala em negação da grande maioria dos legisladores quando o assunto é taxar as grandes fortunas, exigir que as propriedades cumpram sua função social, priorizar o meio ambiente ao lucro das grandes empresas.  É deprimente vermos dívidas de teleoperadoras sendo perdoadas enquanto direitos básicos são massacrados.  Mas essas questões não são a parte mais nojenta e indigesta do período em que vivemos! Ao escrever este texto, recordo-me de estar assistindo à votação dia 17/04/16: Inicialmente foi chocante reparar na quantidade de deputados e deputadas que orgulhosamente diziam ter votado a favor do Impeachment do Collor! Eles simplesmente esqueceram que cargos políticos são temporários e se perpetuam no poder (com a ajuda dos votos da população que eles sistematicamente prejudicam)! Além disso, houve tantas citações religiosas (ignorando o fato de vivermos em um país laico), tantas falas “dedicando” o voto ao futuro de filhos e netos (como se o futuro dessas crianças, nascidas em berços regados a dinheiro e corrupção estivesse em risco). Houve também falas imundas e uma funesta homenagem a um torturador. Sim, essa votação deveria envergonhar a todos – até mesmo àqueles que discordam do governo Dilma. Aliás, certas falas deveriam especialmente envergonhar àqueles que se dizem “defensores de um país melhor, com mais igualdade e sem corrupção”. O Impeachment não se baseou em leis – não houve crime comprovado! O impeachment foi um acúmulo de forças corruptas que , em conchavos pretendiam barrar investigações antes que nomes importantes da direita caíssem e foi fortalecido pelo machismo e pela intolerância – dos nossos representantes e, infelizmente, de uma parcela da população que insiste em acreditar no que lhes é vendido por eles.

Fico imaginando como os futuros historiadores conseguirão explicar esse dia histórico para o nosso país: A retirada de uma presidenta do poder por motivos meramente políticos através de um circo de horrores.

Um ano depois, o que nos resta é buscar formas legitimas de organização para lutar pelos direitos que nos estão sendo tirados e pela melhoria geral da qualidade de vida neste continental país, mas isso só será possível quando cada um e cada uma se derem conta que política não é “aquele troço que acontece a cada quatro anos onde decidimos quem irá ocupar o poder” e sim uma atuação constante, diária, de cada um.

E, por falar em direitos e lutas: Dia 28 de Abril é dia de Greve Geral. Independentemente da opinião de cada um sobre o Impeachment (que foi tema inicial deste texto), a participação no movimento de greve é imprescindível para barrar a reforma trabalhista e previdenciária.  Se houver protestos na minha cidade, estarei na rua! E vocês?

#nenhumdireitoamenos #ForaTemer #PrevidênciaFicaTemerSai #DiretasJá

Primeiro de Abril

Dizem que hoje é dia da mentira. Precisamos mesmo é criar um dia para celebrar a verdade – Imagina como seria um dia onde todos só falassem verdades? Seria um dia duro deveras, um dia possivelmente cheio de lágrimas onde se exporiam as dores e muitas vezes também tudo que há de pior em cada um. Loucura né? Mentir tornou-se algo diário – A gente levanta e mente pra si mesmo, faz de conta que está feliz e que a vida é maravilhosa – faz de conta que esquece as lágrimas que o travesseiro secou durante a noite, guarda na gaveta aquele sonho bom que foi só um sonho mesmo. A gente mente quando passa maquiagem pela manhã, máscara que oculta nossa pele. A gente mente um sorriso para talvez mentindo acreditar que é feliz – e assim vamos entre meias verdades preenchendo nossos vazios, nossas saudades. A gente omite o amor, afinal, a “onda” é ser desapegado, é não demonstrar afeto. E vamos levando, levando a vida adiante como se nada estivesse acontecendo. E atravessamos as horas, os dias, os meses, os anos. Eu, você que me lê, todos nós. Mentirosos e nada mais que isso. Pouco ou muito, apenas mentirosos fingindo uma felicidade que não existe plenamente – por esperança de que venha a existir ou pra esconder a saudade do que passou.

TAG: Coisas que detesto

Estava rolando no Facebook uma imagem com os seguintes dizeres: “Prove que você me conhece: Cite uma coisa que eu detesto”. Em minha opinião, detestar ou odiar algo é uma coisa bastante forte, e, por isso mesmo fiquei curiosa para ver o que os meus amigos, colegas e amigos virtuais iriam dizer e compartilhei. Embora não tenha sido uma postagem super comentada, me surpreendi com as respostas e decidi começar, aqui no blog uma TAG sobre o assunto. Vai funcionar assim: Você posta a imagem no seu Facebook (Criei uma imagem aqui pro blog para não usar a da outra página, pois não sei se haveria problemas utilizar a já existente), deixa lá por algumas horas e depois escreve um texto para o seu blog comentando as respostas dos seus amigos e indicando outros blogs para responder.

Em geral, meus amigos me surpreenderam e acertaram muitas coisas. Como não foram tantos comentários, irei seguir a ordem das respostas deles:

  • Esperar o ônibus: Sério, sempre me estresso, acho que vou perder compromissos, saio de casa duas ou três horas antes do horário dependendo do percurso que terei que fazer… Realmente esperar o ônibus está naquela lista de coisas do dia a dia que eu não curto. Mas vamos combinar: Pior que esperar é pagar super caro por um serviço que é um direito e ainda viajar espremida feito sardinha enlatada, em pé e sendo jogada de um lado pro outro. (Eu devo reclamar bastante disso no facebook, afinal, a amiga que escreveu isso NUNCA ficou no ponto de ônibus comigo, né Ângela?)
  • Jair Messias Bolsonaro: Da lista todinha, essa foi a resposta que citou algo/alguém que desperta meu ódio e desprezo mais profundos. Sério: O cara é machista, homofóbico e se orgulha disso! As coisas que ele já falou em entrevistas e na Câmara são de arrepiar e de envergonhar as pessoas de bem! E ainda homenagear um torturador cara a cara com uma mulher que foi vítima dele? Impossível. Odeio mesmo, a ele e a todas as ideias que ele representa. Não dá! Paulo acertou em cheio! (E não, eu não te odeio, apesar de você aparentemente gostar dessa figura horrível)
  • Gogoboys: Eu sei que numa conversa de grupo no WhatsApp eu disse que detestava gogoboys. Na verdade, não detesto. É uma profissão honesta e artística como qualquer outra. Quando disse que detestava foi por uma brincadeira onde disseram que iriam levar alguns até a porta da minha casa e, sério: Não vejo graça nenhuma em ver gogoboys, então, dispenso! Mas não odeio! Mas foi uma boa lembrança Rosa!
  • Comer bichinhos/carne/salsinha: Gente, sério que vocês lembraram falar de comida nesse post? Ri muito! Mas é verdade, não curto comer os animais, eles são meus amigos e não minha comida! Luisa, Lili, Luciana e Jackeline acertaram!
  • S: Felipe quis tirar uma onda com uma piada particular e acabou despertando uma onda de coisas com S que eu não gosto: “Seara”, “Sadia” (indústrias), Sangue, Sexo, Salsicha… kkkk
  • Sangue: Eu não posso detestar algo que está dentro do meu corpo! Mas confesso que não gosto de ver sangue ou tocar nele, seja sangue de carne no mercado (Quem trabalhou comigo sabe como me irritava as peças de carne no caixa) ou quando alguém se machuca perto de mim. Dá aflição!
  • Sexo: É a origem biológica da vida, então não é algo tipo “detesto e quero que seja banido do universo”, mas de certa forma o Rafael acertou: Não curto, não acho interessante e não tenho a mínima vontade – A única parte boa do sexo deve ser quando se mora com a pessoa e pode acordar no dia seguinte de madrugada e fazer aquele café da manhã com direito a pão e bolo fresquinho… Ou então ficar vendo o(a) parceiro(a) dormir. De resto acho invasivo, desconfortável, tedioso e só por muito amor eu me submeteria a uma situação dessas… (Por favor, não se choquem)
  • Michel Temer: Acredito que meus amigos perceberam a importância da participação política na minha vida. Como militante da esquerda, para ser específica, do PSOL, não tem como não detestar um vice presidente que comete a traição que o Temer cometeu, assume a presidência e aprofunda situações que já estavam ruins, aprovando medidas que curto, médio e longo prazo tiram direitos das pessoas, principalmente das pessoas mais humildes – PEC 55; Reforma da Previdência, Reforma do Ensino Médio, Terceirização… Onde iremos parar? Não é nenhum absurdo sonhar com um país onde uma pessoa possa optar por qualquer profissão tendo a certeza de que terá uma vida digna! Um país com menos competitividade entre as pessoas, menos “puxadas de tapete” para “subir” a qualquer custo e garantir o mínimo de dignidade (ou seja: saúde, educação, comida na mesa). O (des)governo Temer está fazendo o trabalhador pagar um preço alto por erros que são apenas dos atuais governantes. Rose, acertou! #ForaTemer
  • Não tirar fotos para ter recordações: Sério, Verônica lembrou uma coisa que eu detesto – estar com pessoas que amo e não tirar uma foto pra recordar o momento (vai que um dia eu bato a cabeça e perco a memória? É importante ter fotos para ajudar a relembrar coisas especiais). Amei a lembrança!

Então, gostaram da TAG? Vou listar alguns blogs, mas está aberto para quem mais quiser responder!

Abraços!

Blogs Indicados (Não esqueçam de me dizer quando responderem, estou curiosa!)

Coisas de Clarinha

Mire na Lua

Hello

Amor e outras drogas

Patriamarga

Lots of love,Your 10th Grade Students