A Erva Amarga – Marga Minco

O livro reúne em pequenas crônicas as memórias de uma jovem judia durante os anos da Segunda Guerra Mundial. Em geral os livros que retratam esse período são narrativas intensas, de atos vis e cruéis por parte dos soldados nazistas e também de atos heroicos da resistência. Marga escreve seus relatos deixando a guerra como um cenário. Ela se debruça sobre os detalhes que lhe marcam a memória, sobre fatos que tem importância para ela e para sua família. Toda a barbárie do período fica nas entrelinhas, na solidão de Marga, no otimismo inocente dos pais que acreditam que os horrores que acontecem nos países vizinhos não chegariam até a Holanda, no último ato conhecido de Dave, no velho tio que aguarda o bonde todos os dias.

                Em uma entrevista, Marga Minco confessa que quis “dizer o máximo com o mínimo de palavras”. Conseguiu.

                Sobre a autora: Marga Minco é o pseudônimo da jornalista e escritora Sara Menco. Nascida em Ginneken, na Holanda, em 31 de março de 1920, Minco era estagiária do Bredasche Courant quando em 1940 foi demitida pela diretoria do jornal, que simpatizava com a causa alemã. Ao longo da Segunda Guerra Mundial seus irmãos e seus pais foram levados pelo Exército e ela se manteve na clandestinidade, sendo a única sobrevivente de sua família.

Você gostou? Adquira seu exemplar aqui

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s