Dia do Estudante (Beda 11)

Hoje é Dia do Estudante. Sinceramente pouco há para se comemorar: Nos últimos anos a educação vem sofrendo uma série de desmontes e é inegável que a qualidade do que é oferecido às crianças e jovens está muito aquém do que é merecido pelos que irão herdar um país repleto de problemas.
A PEC do teto, aprovada no governo Temer, as terceirizações, a reforma do ensino médio, as propostas de escola em tempo integral defendidas pelo governo do Estado de São Paulo, as escolas cívico militares implantadas pelo governo federal são precarizações do direito básico a uma educação libertadora e formadora de cidadãos com senso crítico. Infelizmente esse desmonte e ataques não são frutos de negligência ou incompetência: Deteriorar a qualidade da educação pública garante a manutenção de um status quo onde o abismo social separa as oportunidades de formação e crescimento, garantindo aos filhos e filhas da burguesia o acesso às melhores escolas e universidades para posteriormente garantir-lhes os melhores empregos, enquanto as crianças e adolescentes vindos da classe trabalhadora precisam enfrentar o impossível para tentar buscar uma posição socioeconômica um pouco melhor.
Não há motivos para comemorar, mas há mil motivos para lutar

Feliz dia do estudante!

Este post faz parte do BEDA (Blog every day august)