O Brasil é Baile de Favela, (Beda 8)

O Brasil é Baile de Favela.

Quem diria que o Brasil ganharia uma medalha olímpica ao som de “Baile de Favela”, música criticada por seu estilo que, como diz o título, nasceu na favela.
O tapa veio com luvas de pelica: A Olimpíada (que nem deveria acontecerem meio a uma pandemia), foi palco de diversidade. E essa diversidade se mostrou com força: Mulheres, negros e negras, LGBRQI+ se destacam nos jogos e mostram a que vieram. E isso é importante, tão importante quanto usar músicas populares no país. Aliás, quando se fala de funk, diversos olhos reviram. E eu entendo. Mas é necessário ver outro lado: A Favela não deve ser demonizada e sim vista como uma produtora de conteúdo e cultura – Sim, cultura! Não é porque você não gosta de funk que ele deixará de ser expressão cultural.