Diários da Poetisa #01de365 (Feliz Ano Novo)

Enfim o primeiro dia um novo ano. A primeira página de um livro de 365 novos dias. O fim e o começo separados por uma cortina transparente que nos deixa, ao menos por algumas horas, a sensação de que tudo o que não nos agradou no ano findo ficará no passado. Ilusão. Coisas não resolvidas nos acompanham através dos anos – Ou resolve ou aprende a conviver. E como a maioria dos fatos que não nos agradam não depende unicamente de nós, acabamos aprendendo a conviver ou nos debatendo na busca por solução. Não é pessimismo, é apenas observação. Ainda assim, vale a pena permitir que as primeiras horas de um novo ano sejam inundadas por esperanças, por palavras doces, por amor e pelas melhores lembranças – Que também irão nos acompanhar no decorrer do ano que chega, como um lampejo de alegria para os dias mais difíceis.

         Nossa vida é um livro escrito a quatro mãos: Duas nossas, duas do Destino e mesmo sem saber o que o Destino escreverá o desenrolar dos capítulos cabe tão somente a nós mesmos. Você já começou a escrever seu novo ano? Ainda é cedo, mas é no raiar do primeiro dia do ano que começa a germinar em nós as flores que irão trazer cor e alegria para nossas novas páginas – Então, aos que me lêem, desejo um ano novo com a inocência de uma flor que se abre ao Sol, entregando sua beleza aos jardins da vida sem esperar pelos elogios que virão. Desejo a alegria dos pássaros que catam e a dedicação das abelhas que trabalham para fazer o mel e construir suas casas. Que neste ano que se inicia possamos escrever as mais belas histórias, valorizar nossos afetos e defender as bênçãos que a Mãe Natureza nos dá e tantas vezes em nossa pressa nós sequer olhamos. Que possamos estar presentes, sorrir, tocar as folhas das árvores e sentir sua textura única, colocar o pé na areia, tomar banho de chuva e, acima de tudo, que em breve possamos novamente abraçar com segurança as pessoas que mais amamos.

RECADINHO IMPORTANTE:

Já está disponível a Antologia Quimeras de Natal: Sonhos no Gelo da qual participo com o conto Encantos na Neve. O livro, vendido em formato digital, está lindo e parte das vendas será revertida em produtos de higiene e alimento para a OAIB (Obra de Assistência a Infância de Bangu) – Ou seja: Por um valor super acessível você incentiva os autores e autoras nacionais e ainda ajuda uma instituição que faz um belíssimo trabalho social. Bora adquirir? Só clicar aqui.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s