Maratona de Maio, dia 07 – O melhor livro que você tem na sua estante

Seria injusto escolher “o melhor livro”, afinal, como definir um rol de características que façam do livro melhor que outro? Tenho uma imensa dificuldade em eleger preferidos – Livros, pessoas, filmes, músicas, comidas – Algumas vezes cito um, outras vezes outro, não dá pra definir. Mas o fato é: Eu realmente gostei de participar dessa maratona de Maio e não desejando deixar de cumprir o último desafio, me permitirei um pouco de quase prepotência: O melhor livro que tenho na minha estante é… O meu. Ele não é o melhor em qualidade, e apresenta erros decorrentes da falta de uma boa edição, a capa poderia ser melhor, enfim, eu sei que há milhares de livros melhores que o meu, mas, se eu não acho o meu livro especial, quem irá achar? Então, entre tantos, me permito aqui citar o meu “Para um doce cavaleiro” (É cavaleiro mesmo, com esse toque brega do príncipe que chega no cavalo branco) como melhor livro da minha estante, ainda que não seja o melhor livro da estante de mais ninguém. O livro contém poesias melosas, sentimentais, no perfeito estilo “primeira paixão, primeiro fora”, mas a maioria das pessoas que leu disse ter gostado. Enfim, desafio cumprido, estou super curiosa para ler os textos dos outros blogs que também participam e descobrir qual o melhor livro na estante de vocês.