Dica Literária – Não Leve a vida tão a sério (Hugh Prather)

O primeiro livro concluído do #DesafioLiterário2020 #Fevereiro (quer saber quais os outros? Clique aqui) pertence a um gênero que não costuma me agradar: Auto-Ajuda.

O título parece interessante, descontraído. Ao término do livro – que me tomou quase metade do mês- ficou uma sensação entre o “faz sentido” e o “esse autor é maluco”. O autor fala sobre situações, pensamentos desencadeadores e sobre não se preocupar e propõe exercícios de “libertação”, para reprogramar suas atitudes. Algumas sugestões sobre auto-controle e sobre refletir o que realmente te irrita em uma pessoa ou situação antes de explodir são interessantes e fazem sentido, entretanto, outras situações chegam a ser perigosas – O autor sugere que se preocupar é inútil e que assistir noticiários é inútil e isso é perigoso: Quando uma pessoa assume que não é necessário informação, ela entrega nas mãos de outras pessoas os rumos da sociedade em que vive! Viver na passividade é perigoso, é por pessoas assim que o mundo está entregue a Trumps, Bolsonaros e Bushs da vida (só para citar alguns dos parasitas). Acredito no autor quando ele fala sobre os benefícios de uma mente tranqüila, livre de preocupações, mas infelizmente o nosso mundo não nos permite viver isso o tempo todo, então, sim, é necessário controlar os excessos de preocupação, mas jamais nos colocando em um mundo a parte para atingir esse objetivo. Ao final do livro, fui ler um pouco sobre o autor e descobri que ele é ministro religioso e, talvez exatamente por isso, incentive as pessoas a essa postura demasiadamente passiva. Pessoalmente, não leria outros livros do autor.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s