[Blogagem coletiva] Leituras Top 2019

Dois mil e dezenove foi um ano bastante introspectivo, então li muito apesar dos dias extremamente corridos que me fizeram optar, na maioria das vezes, por livros curtos e leves, fáceis de carregar na bolsa. Por outro lado, devido ao trabalho com crianças, acabei lendo muita coisa infantil, tentando me aproximar do mundo deles; também li muitos textos na web e seria injusto não citá-los na lista, sem falar no slam/poesia marginal que é uma forma incrível de resistência e existência através da arte. Tudo isso me fez pensar em uma formatação diferente para o meu “leituras top 2019”, separando as leituras por temas para não deixar ninguém de fora.

Top 5 livros infanto-juvenis:

  • Ponte para Terrabítia – Katherine Paterson

Meu número 1 desse ano na categoria infanto-juvenil. Ainda vou fazer um post resenha sobre ele! É uma história muito bonita sobre amizade, imaginação, lealdade e sentimentos. A autora surpreende no final após uma narrativa linear que não indica que haverá um clímax na história. Um livro que pode ser indicado para toda família.

  • Sangue na floresta – Vera Martín

É um livro um pouco antigo, mas voltado pro público jovem. Achei interessante por abordar questões como meio ambiente, demarcação de terras indígenas e exploração do trabalhador – Um livro fundamental no contexto político em que vivemos! Tem resenha dele aqui!

  • A marca de uma lágrima – Pedro Bandeira

O autor fala sobre temas como auto-estima e amor usando como pano de fundo o mistério causado por uma morte aparentemente natural. Há uma grande reviravolta e a tensão é latente durante toda a leitura. As personagens também são muito interessantes, capazes de despertar sentimentos de empatia e reconhecimento em quem lê. Tem uma resenha dele aqui.

  •  Ela – O mistério no coração da África – H. Rider Haggard

Trata-se de uma tradução/adaptação feita por Werner Zotz  para a Série Reencontro, que simplifica clássicos da literatura, adequando-os ao público infanto-juvenil. Tenho algumas ressalvas em relação a esse tipo de adaptação, acredito que estamos desenvolvendo muito pouco a capacidade leitora de nossas crianças e simplificar me parece um caminho para mantê-los dentro da zona de conforto, mas quem sou eu? De toda forma, o livro em comento é uma obra de aventura muito cativante, possivelmente voltada para o público adolescente. Tem uma breve resenha aqui.

  • O príncipe fantasma – Ganymédes José e Tereza Noronha

Um romance fofo cheio de suspense e mistério, que une na medida certa elementos como convivência familiar, descobertas e humor. O vocabulário chama a atenção por ser bastante rico, mas sem exageros que poderiam espantar um público mais jovem. Tem resenha aqui.

Top 5: Livros  adultos

Nesse tópico tenho que tomar muito cuidado para não colocar algumas releituras que fiz durante o ano! Em breve escrevo um pouco mais sobre cada um desses livros, prometo!

  • Comer, rezar, amar – Elizabeth Gilbert

Ainda vou escrever sobre esse livro com mais atenção no blog. A história é baseada em fatos reais ocorridos na vida da jornalista. É um livro longo, engraçado em alguns pontos e dá muita vontade de fazer as mesmas viagens! Infelizmente a grande maioria das mulheres não conseguirá se afastar de tudo por tanto tempo para buscar o equilíbrio – aliás a busca pelo equilíbrio é a melhor mensagem passada pelo livro. Vale a pena a leitura

  • Amos e Masmorras – Lena Valenti

Uma saga sobre o universo BDSM com muito mistério e ação, fugindo daquele padrão “mocinha indefesa e homem rico” uma vez que a personagem principal é uma aspirante ao cargo de agente do FBI que se envolve em um torneio de BDSM para descobrir o paradeiro da irmã desaparecida ao investigar uma rede de tráfico internacional de mulheres.  A autora soube dosar com perfeição as já esperadas cenas quentes (aliás, coloca quente nisso), a tensão da trama policial, as cenas de ação e o humor de uma personagem que inicia a trama um pouco atrapalhada e amadurece muito no decorrer da leitura.

  • A erva amarga – Marga Minco

História real de uma judia na Holanda ocupada pelos nazistas. A autora escreveu em capítulos curtos, lampejos de memórias bastante pessoais focando principalmente em si mesma e nas pessoas que amava e nunca mais viu – pai, mãe, irmã, cunhada e irmão, o que a diferencia de outros autores que escreveram sobre essa temática e acabam focando muito nas ações dos invasores nazistas.

  • Com licença, eu vou à luta. – Eliane Maciel

Em geral eu gosto de partir do pressuposto óbvio de que qualquer relação amorosa/romântica/sexual entre adolescentes e adultos é abusiva e criminosa, entretanto, o que pensar quando o a família na qual um adolescente está inserido é tão indiferente e abusiva que sua única saída é se entregar a uma relação com uma pessoa que tem mais do que o dobro da sua idade? Com licença eu vou à luta é a história real de Eliane Maciel que, aos quinze anos, se apaixonou por um homem desquitado de trinta e três anos. Durante a narrativa, é possível notar o comportamento abusivo da família que muitas vezes a trata de maneira humilhante até que ela decide fugir de casa, grávida, com medo de sofrer mais um aborto. O livro é bastante comovente e denuncia o quão opressor pode ser o ambiente familiar.

  • 24 horas na vida de uma mulher – Stefan Zweig

Durante uma discussão acerca de um escândalo ocorrido entre pessoas de alta classe, um homem toma partido da mulher, defendendo seu direito de escolher os próprios rumos sem ser julgada por isso. Tal comentário inicia a amizade entre ele e uma senhora idosa que decide lhe contar fatos ocorridos num lapso de vinte e quatro horas que mudaram para sempre sua vida.

Top 5 blogs

  • Catarina – Lunna Guedes

Blog da escritora e editora Lunna Guedes, Catarina é um Oasis de textos capazes de transportar o leitor através do tempo e espaço, trazendo sabores, cores e sensações. Visite clicando aqui

  • A estranhamente – Maria Vitória

Além de textos incríveis e intensos, a autora dá dicas sobre novas autoras, concursos literários e todo o universo que envolve a atividade do escritor. Visite clicando aqui

  • Produtivamente – Juliana Sales

Esse blog é excelente para aprender mais sobre organização e produtividade sem aquele ranço de que essas coisas precisam ser necessariamente chatas ou voltadas apenas para o trabalho e o crescimento de empresas em detrimento da vida pessoal, na verdade, bem o contrário: O blog ajuda a ter uma visão sobre o quanto a organização pessoal é importante para que realmente sobre tempo para as coisas que desejamos fazer sem deixar de lado o que é necessário fazer. Visite clicando aqui

  • Laboratório dos sentidos – Fabiana Turci

O blog não tem recebido muitas atualizações, porém é um dos meus favoritos, unindo deliciosas histórias e receitas. Vale  muito conhecer, é só clicar aqui!

  • Leitura enigmática – Gustavo

É resenha literária que vocês procuram? Então a dica é esse blog incrível com resenhas e fotos que deixam um gostinho de “preciso criar um biblioteca enorme”. Ficou com a curiosidade atacada? Clica aqui pra conferir!

 

Top 5 slam/Poesia Marginal

Poesia marginal ou slam, em geral, é apresentado em batalhas faladas, mas sempre temos a oportunidade de ler os livros, zines e fanzines onde a galera reúne seus trabalhos, então vou colocar aqui os links das páginas/youtube ou Facebook pra vocês conhecerem, também estou evitando ao máximo citar nomes quando coloco o link dos slams pois é simplesmente impossível definir os melhores, cada um que assista e veja pra entender que não dá pra escolher.

  • Pira VDC – Respeita nóis que nóis respeita você

Esse foi meu primeiro contato com o slam – Um slam que começou dentro de uma escola aqui na baixada santista e está ganhando o mundo! Quer conhecer mais? Olha o Facebook!

 

  • Slam ZN – Poesia grita, a alma sente

Outro slam cheio de gente com garra de mostrar pra esse mundão que a poesia grita na alma de cada um! Também aqui de Santos! Aproveita e faz uma visita na page deles!

 

  • M10 – Poeta Matheus e Slam das Favelas – Poesia, cultura e reflexão

Baixada santista é berço de poetas, só pode! Essa Page é do Matheus, conhecido como M10. Dá uma lida nas ideias e assiste os vídeos!

  • O poeta Gabriel – Slam dos Andradas

Esse manda um Freestyle monstro! Muito fera! E ele tem um canal no youtube!Segue lá!

 

  • Slam SP

Esse link é de uma pesquisa do youtube com as palavras slam SP. Batalhas entre poetas de várias cidades que tiram o fôlego de todo mundo!

 

 

 

8 comentários sobre “[Blogagem coletiva] Leituras Top 2019

  1. Patricia Monteiro disse:

    Também adoro os blogs Catarina, Produtivamente e Leitura Enigmática, são ótimos! Os livros li A Marca de uma Lágrima e Com licença, eu vou a luta. As outras dicas já estão anotadas!

    Curtido por 1 pessoa

  2. Juliana Sales disse:

    Antes de tudo, fiquei muito feliz de ver meu blog citado por aqui, obrigada! A ideia do ProdutivaMente é bem isso que você falou mesmo e fico feliz de estar conseguindo passar minha mensagem. Adorei a forma como você separou suas leituras. Dos infantis, Pedro Bandeira é um queridinho da minha adolescência, li vários livros dele e tenho ótima lembranças! O Príncipe Fantasma também é um que li na época da escola e gostei. Dos livros para adultos, o único que li foi Comer, Rezar, Amar. Não é o tipo de história que me chama atenção, mas esse eu ganhei de presente, li e no final gostei bastante. A sinopse de A Erva Amarga me interessou bastante. E também adoro o blog da Lunna e pego muitas dicas boas de leitura no blog do Gustavo.

    Curtido por 1 pessoa

  3. Luana Souza disse:

    Achei tão legal o tema da blogagem coletiva! Do seu posts eu reconheci praticamente todos os blogs, mas, de livros, eu só li em comum com você Ponte Para Terabítia. Nunca tinha visto o filme completo, e por isso a história foi uma surpresa. Posso dizer que gosto tanto do livro quanto do filme, mesmo com o final tão triste! </3

    Curtido por 1 pessoa

  4. Ban disse:

    Que post recheado! ❤
    “Ponte para Terrabítia” é um filme lindo e triste, nunca li o livro infelizmente. Aconselho que veja o filme antes de fazer uma resenha sobre ele, pois é tão impactante quanto!
    “Com licença, eu vou à luta” foi um título que quando eu li já pensei que teria haver com feminismo ou algo do tipo. Quando li a descrição fiquei entusiasmado, pois a questão de toxicidade encontrada no ambiente familiar é algo que felizmente está sendo falado hoje em dia.
    “Catarina” é o blog mais poético da blogosfera, acredito eu, principalmente quando se tem uma dona tão incrível como a Lunna.
    Sobre a parte dos “Slams” eu não conhecia esse estilo poético, mas irei me aprofundar mais já que combina muito comigo ❤❤❤❤

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s