Carta do Papai Noel

“ Boa noite queridos, queridas e querides! Como vocês estão? Aposto que surpresos por encontrar esta cartinha nas meias que deixaram penduradas na janela, ou na árvore de Natal ou em qualquer outra parte onde esperem receber correspondências ou presentes. Tentarei ser breve em minhas palavras e ideias – Afinal, por aqui as coisas estão caminhando em grande velocidade com a aproximação da “Noite Feliz”. Não sei se vocês lembram, mas eu moro em um lugar repleto de neve, lembram? Pois é, estou muito preocupado, pois nos últimos anos a neve está desaparecendo… Isso me fez observar com muita atenção a sociedade na qual vocês vivem ( A internet chegou por aqui já tem um tempinho, sabiam?) e sabe o que eu percebi? Vocês estão se comportando muito mal! E o comportamento de vocês está poluindo, estragando e aquecendo muito o planeta – As renas mal agüentam sobrevoar a cidade tamanha quantidade de fumaça pelo ar! E os peixes? Eles estão morrendo por comer… Lixo! Diante de tudo isso, quero conversar com vocês sobre essa época de Natal e algumas tradições que vocês poderiam modificar um pouco para garantir que seus filhos, netos e bisnetos tenham a chance de viver natais em um planeta saudável, pode ser?

A primeira tradição que muito me intriga é a das árvores de Natal: Vocês estão usando árvores de plástico? É isso mesmo? Acham bonito poluir durante a produção e transporte do material e, em janeiro jogar tudo fora? Vamos combinar uma coisa? Pinheiro de Natal só se você puder plantar um no seu jardim/quintal. Se não tem esse espaço, tem duas opções: Uma é reunir a criançada e confeccionar sua própria árvore com sucata, usem a imaginação e passem um tempo juntos! O mesmo vale para os enfeites de Natal – Faça os seus. Se já comprou em natais anteriores e mantém guardado, use até não poder mais, guarde sempre e repasse pras próximas gerações. Ah! E quando for fazer alguma árvore ou enfeite, NÃO USE GLITTER! Glitter é lindo, mas é basicamente microplástico! Poluente pra caramba!  A outra opção é: Use um vaso que caiba na sua casa com uma planta bem bonita e viva! Imagina: Um cactus de Natal, uma violeta de Natal, qualquer plantinha viva e bem cuidada já vale! Depois da árvore, acho que vocês imaginam o próximo item né? Isso mesmo, os aguardados presentes! Sério, parem de me pedir um monte de tranqueiras que irão quebrar e parar no lixo durante os primeiros meses de uso! Procurem opções entre produtoras locais – Tem tanta gente se virando pra garantir um jantarzinho melhor pra família, fazendo panetone, doces, artesanato, cosméticos… Compre dessas pessoas e as incentive a usar embalagens simples, com pouco ou nenhum plástico! Você pode comprar utensílios que deixem a vida das pessoas mais fácil e sustentável: Existem kits para levar na bolsa e evitar o uso de copos/plásticos e talheres descartáveis, existem sapatos feitos com lona e pneu reciclado, pras crianças tem opções como bonecas de pano, jogos de fantoche feitos de pano também, brinquedos artesanais feitos de madeira sustentável. Aproveitem os presentes diferentes e conversem sobre a motivação deles: Conservar o planeta! Presente lembra o que? Embalagem! Aqueles sacos de plástico enormes e coloridos que vão pra onde? Pro lixo! Não! Opte por não embrulhar ou use a imaginação e embrulhe em algo útil: Dá pra embrulhar presentes em panos de prato presos com uma fita ou alfinete, em uma fronha, em jornais ou páginas de revistas ou pode colocar em uma sacola dessas reforçadas ótimas para ir ao mercado sem pegar saquinhos plásticos. Ah! E se você receber presentes embrulhados abra com cuidado e depois use o plástico para embrulhar livros, cadernos, forrar prateleiras ou gavetas. O cartãozinho de Natal também pode ser dispensado ou substituído por um papel mais simples, sem gliter e tinta em excesso, afinal, vale a sinceridade do que você escreveu nele, certo?

Agora que falamos das árvores, presentes e cartões é hora de falarmos da ceia! Não exagere na comida! A produção de alimentos polui. O transporte do campo para a cidade polui e você gasta muito dinheiro para jogar tudo no… Lixo? Não! Planeje um cardápio adequado: Se você mora no hemisfério norte, comidas pesadas, adequadas ao frio. No hemisfério sul, onde o Natal acontece no verão, invista em alimentos e frutas leves e coloridos. Prepare o máximo de coisas em casa ou compre de produtores locais – Panetones, biscoitos e tortas podem ser comprados na sua própria vizinhança, não precisa ir no freezer do mercado comprar coisas industrializadas! Tão logo termine o jantar, transfira tudo para recipientes adequados, congele em pequenas porções os pratos que puderem ser congelados (Inclusive isso vai facilitar a sua vida em dias mais corridos): Arroz à grega, peru, tender, pernil (Eu sou vegetariano, mas sei que você pode não ser), tortas salgadas e alguns doces são alimentos que podem ser congelados (hey, não é pra congelar em potes descartáveis! Tem que poder reutilizar várias vezes). O que não puder ser congelado deve ser acondicionado adequadamente para consumo no almoço do dia seguinte. As bebidas também requerem atenção: Prefira água filtrada gelada servida em jarras, sucos naturais e chás gelados. Se fizer questão de refrigerante, use os que possuem garrafas retornáveis e não se esqueçam de jogar as tampinhas no lixo reciclável e tirar aquele anelzinho do gargalo, abrindo-o em dois antes de encaminhar para a coleta seletiva. Ainda sobre o jantar: Estou sem palavras ao observar pessoas comprando pratos, copos e talheres descartáveis para a ceia! Até taça descartável! Não é possível que de repente todo mundo desaprendeu a lavar louça! Combinem uma organização onde cada pessoa lava a própria louça. Quem tem criança e prefere não arriscar copo de vidro,leve copo adequado para uso que possa ser lavado. A natureza agradece!

No mais, é isso: Aproveitem o Natal, pensem nessas dicas e comecem a aplicá-las no dia a dia de vocês e anotem outras: Reciclem o lixo, descasquem mais e desembalem menos, usem produtos cosméticos naturais, analisem sua casa e seus hábitos constantemente, sempre é possível mudar alguma coisa para criar um mundo sustentável! Inclusive essa cartinha parece de papel mas não é. Ela é fruto da magia de Natal e irá se destruir em poucos minutos após a leitura, então espero que tenha lido com atenção e guardado as informações!

Abraços e luz! Dia 24 estarei nas suas casas observando se meus conselhos serão cumpridos!

Com carinho

Papai Noel”