Faço de ti poesia

Faço de ti poesia
Quando nossos olhos se cruzam
Quando nossas mãos entrelaçam
Quando raia um novo dia

Traço no papel nossa história
Te imortalizo em meus versos
Adentro teus universos
Te guardo na memória

Perdida em teu corpo, descubro quantas sou
Atada em tuas masmorras, minh’alma alça voo
E voando em teu céu
Colho teus beijos, me embriago em teu mel

Faço de ti poesia
Quando as horas lá fora correm
E meus beijo te percorrem
Navegando em calmaria

Faço de ti poesia
Quando a entrega do corpo é urgente
Quando te ver me faz lago fervente
E nos perdemos em desejo e fantasia

Faço de ti poesia
Quando meus olhos se enchem d’água
Nos momentos de despedida
Quando a saudade inunda, deságua
Poucos momentos após a partida

Faço de ti poesia
No encontro, na partida, na distância
Guardo teus traços e nossos momentos
Te escrevo em meus sentimentos

Faço de ti poesia
E em meus versos
Te entrego meus universos
No anoitecer de mais um dia