O que você deixou de ser quando cresceu?

Despertador tocou, noite morreu, amanheceu
O tempo passou, correu. O que aconteceu?
O que você deixou de ser quando cresceu?
Ficou no passado o sonho de princesa
Pula da cama depressa e põe o café na mesa
Arruma logo essa marmita e não esquece a sobremesa
E vê se corre pro ponto, não perde o horário da carruagem
Que já virou busão lotado e te assalta na passagem
Confere o visual, logo cedo passa batom e maquiagem
Salto alto pros pés que não encontraram sapato de cristal
Ta bonita? E tá cansada!Quanta correria pra quase nada no final
Se olhar pra cima, cadê o céu azul e as nuvens de algodão?
Só tem o teto e lâmpadas. Ou céu cinza, chuva ácida, poluição
Se olhar no espelho – Um susto! O tempo realmente voou
Onde, nesse percurso, tudo se perdeu? Onde será que ficou:
O sonho de ser bailarina, pirata, astronauta, caminhoneira?
E a alegria de ler um livro e depois desenhar a tarde inteira?
O que você deixou de ser quando cresceu?
Trocou os brinquedos por uma profissão
Mas ninguém te avisou que o trabalho seria sua prisão?
Deixou pra trás tantos sonhos, tantas estradas
Agora se perde nas escadas
Buscando o lugar mais alto da tal pirâmide social
Nem se importa mais se o mundo é desigual
Perdeu a empatia até pela natureza, pelo animal
O que será que aconteceu? Onde você se perdeu?
O que você deixou de ser quando cresceu?
A criança deixada numa curva qualquer
Reaparece no dia 12 de outubro em alguma fotografia
Se ela pudesse falar com você, o que será que diria?
Será que te olhando agora, ela iria se reconhecer?
E amanhã, e depois e depois? Até quando vai se arrastar?
O que você perdeu? O que deixou de ser quando cresceu?
O que eu, você, ele, nós, ela, o que todo mundo esqueceu?
Será que o sentido de viver é apenas sobreviver?
Olha pra trás e dessa vez tenta não esquecer
Que você pode (e deve) sim amadurecer
Mas não deve abandonar num canto da estrada
Aquela criança que sonhava acordada
E tinha no coração a esperança de fazer
De seu caminho, um novo alvorecer

14 comentários sobre “O que você deixou de ser quando cresceu?

  1. Patricia Monteiro disse:

    A dureza da vida infelizmente nos faz esquecer de muitos sonhos que ficaram pra trás, em um passado doce na infância que não volta mais. Quem dera poder voltar no tempo para mudar algumas decisões e fazer um futuro diferente…

    Curtido por 1 pessoa

    • Ana Claudia de Angelo disse:

      Oiii! Que texto lindo! Mexeu de fato com meu íntimo! Quando somos crianças queremos e sonhamos com tantas coisas! Não é verdade?! Ter uma vida mais voltada à vida real foi o que passei a viver. Ainda sonho, e muito, mas sabendo que aquela jovem sonhadora precisa dar lugar,vez ou outra, a uma mulher de verdade!🥰 Bjsss

      Curtido por 1 pessoa

  2. Amanda Rocha disse:

    Eu sou de certa forma um pouco Peter Pan. Tento deixar a criança interior não morrer, mas é tão difícil tendo tantas preocupações e pressões diárias em nossa mente, né? Fico triste em ver como acabamos fazendo tudo no piloto automático e não aproveitando mais a vida sem preocupações como na infância.

    Curtido por 1 pessoa

  3. Lunna Guedes disse:

    Ah, eu cresci, mas levei comigo, para a vida, a menina e seus projetos de vida. Aprendi tanto com ela. O que eu perdi? Devo ter perdido muitas coisas, mas ganhei tantas que sou o que queria ser e quem gostaria de ser e sem dúvida, devo isso a menina que eu fui.

    bacio

    Curtido por 1 pessoa

  4. Leitura Enigmática disse:

    Nós crescemos, mas trazemos muitas coisas de nossa infância, pois aprendemos demais no decorrer de nossa trajetória. Desejaria demais voltar na minha infância, pois era muito feliz e sem preocupações, não que eu não esteja feliz atualmente, mas as responsabilidades são muitas… rsrs

    Curtido por 1 pessoa

  5. Juliana Sales disse:

    Amei esse texto! Com certeza deixei muita coisa para traz quando cresci. Sei que algumas foi melhor ter deixado mesmo e agradeço por isso. Mas outras tenho já há certo tempo resgatar, naquele lance de deixar a criança que eu fui orgulhosa da adulta que eu me tornei. É um processo difícil mas ao mesmo tempo prazeroso, resgatar essas coisas importantes que deixamos para trás.

    Curtido por 1 pessoa

  6. Ana Claudia de Angelo disse:

    Olá, Darlene! Como vai? Que poesias intensas vc nos traz! Adoro! Bom, a vida adulta nos joga de verdade ao mundo real, dos problemas e contas a pagar na data do vencimento! Rsrs 🤭! Mas se tem uma coisa que não deixei de ser é feliz! Amo respirar, viver, até reclamar dos problemas, romantizar (bastante!), mas buscar a felicidade!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s