Poesia da madrugada

Caminhando pelas ruas
Sozinha, já passa das duas
A madrugada é minha companhia
Nesta vida vazia

Descalça com o cabelo ao vento
Perdida em meu sentimento
A névoa encobre a cidade
Esconde você, minha felicidade

Descalça com o cabelo ao vento
Perdida em meu sentimento
A tristeza é minha escolta
Neste caminho sem volta

A noite já foi nosso ninho
Mas este tempo passou
Será que você vaga sozinho
Como sozinha hoje estou?

__________________________________________

*Este post faz parte do projeto BEDA*

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s