Paixão Índia – Javier Moro

A maioria das meninas sonha viver um conto de fadas – as histórias mágicas onde garotas pobres ou princesas subjugadas por madrastas más transformam-se magicamente em princesas povoam a infância e acabam por moldar a adolescência das garotas mesmo com todos os esforços atualmente aplicados para que entendam que não dependem de príncipes ou magias para seguir seu caminho.

O livro Paixão Índia narra a história real da espanhola Anita Delgado e do que deveria ser seu conto de fadas – A jovem e pobre dançarina, moça de família católica conservadora torna-se de um dia para o outro o objeto de desejo do marajá de Kapurthala que vencendo a resistência da família da amada, acaba fazendo dela sua esposa. A história completa descortina não apenas a história de duas vidas que se cruzam, mas todo um panorama histórico-político bastante rico em detalhes sem que, no entanto, se torne tedioso.

Infelizmente os contos de fadas são apenas contos. Analisar a história de Anita mostra o ambiente machista e hostil no qual as mulheres viviam – Sem perspectivas adequadas por conta da pobreza de sua família, a jovem não se casa por ter-se apaixonado pelo noivo – o poder de tal escolha não lhe cabe inteiramente e a situação financeira da família faz com que optem por dar a ela sua melhor chance: O casamento com um príncipe estrangeiro que a levará para a Índia. Percebe-se o poço de solidão e insegurança no qual Anita é mergulhada – pode-se dizer que ela tem uma vida feliz com o marajá durante muitos anos a despeito de todo o panorama que os rodeia. O desfecho da história chega a parecer uma tragédia anunciada – mesmo não sendo tão trágico nem tão infeliz quanto poderia ter sido – E as reviravoltas nos lembram a todo tempo tratar-se de uma história real, onde a vida apresenta seus altos e baixos até que o último suspiro seja exalado e os olhos se fechem para sempre.

O autor espanhol realizou um excelente trabalho de pesquisa, o que nos permite conhecer a cultura indiana e um pouco do panorama geral da época em que Anita e o marajá viveram, tornando a história agradável e prendendo o leitor do início ao fim. Definitivamente é um livro que precisa entrar na lista de leituras das jovens que ainda ousam sonhar com príncipes encantados – um aviso de que nem sempre o “felizes para sempre” é um percurso agradável e também de que o “para sempre” é talvez um tempo curto demais perante a vida.

3199366

Título: Paixão Índia

Autor: Moro, Javier

Ano:2006

Número de páginas: 387

Editora: Planeta

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s