Por testemunha a lua

Por testemunha a Lua
E as estrelas por faróis
Por canção o vento
Por templo, a noite

Assim foi – em minh’alma nua
O teu olhar – Luz de mil sóis
Foi ao mesmo tempo alento
E novo (doce) açoite

Sem querer, fui tua
Nem ficamos a sós
Bastou a alma voar – e o corpo ao relento
Amava-te platonicamente toda a noite. Você percebeu?

E conversando com a Lua
Sei que fui tua – fomos nós
Eu e você! Sonhado momento
Lembranças do que não aconteceu…

(2013)

1105574fab2kerfm9

Anúncios

3 comentários sobre “Por testemunha a lua

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s