Minha alma navega sem cais

Já não há mais realidade
Já não há mais ilusão
Já não há mais felicidade
Tudo se mistura numa grande solidão

Você partiu… Deixou lágrimas… Dor
Deixou esse inexplicável amor
Foi insensível
E em meu coração, a saudade é ferida invisível

Já não sinto a chuva fina em meus cabelos
E meus olhos agora são vermelhos
Vermelhos de tanto chorar
Meu corpo é insensível a tudo, só deseja te amar

Ao meu redor… Escuridão
Em meu coração… Solidão
Realidade, ilusão, felicidade não há mais
Minha alma navega sem cais…