Ao meu amor…

Um príncipe, um anjo, um menino
Tu és dono do meu destino
Tu és inspiração da minha poesia
Da minha vida, tu és a alegria

É o sonho que desejo a cada anoitecer
E o despertar de cada aurora
Distante de ti resta-me sofrer
E mesmo assim, a esperança em meu coração aflora

É a solidão que me consome
A ferida que não se cura
É a dor que nunca dorme
Mata-me pouco a pouco, e ainda o amo com ternura

É o vento frio que me acaricia a face
Congelando meu pranto
E ainda que tanto frio me matasse
Ainda assim, tu serias meu encanto

É a condenação da minha alma
E a completa liberdade
Aguardo-te com agonizante calma
Pois tu és minha felicidade

E se mesmo assim não me quiseres
Sei bem o que será de mim
Escreverei cantando do amor as dores
E seguirei a vida aguardando o fim.

(Imagem: Internet)

Anúncios

3 comentários sobre “Ao meu amor…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s