Meu cavaleiro de capa e espada

Meu Cavaleiro de Capa e espada
Quanto tempo eu aguardei tua chegada…
Na alta torre deste Castelo chamado solidão
Olhava o horizonte e pensava “esse tal amor não existe não”

Ah, meu doce herói de olhar sedutor
Você me ensinou o que é o Amor
Você que como um raio de Sol minha vida iluminou
Você que meu solitário coração amou

Meu príncipe misterioso
Resgata-me impetuoso
Corre comigo pelos campos da paixão
Semeia em minha vida flores de ilusão

A ti dei meu coração
E só teu é o meu amor
Abraça-me, embala-me, segura minha mão
Deixa-me sentir teu corpo, teu calor

Deixa que ao teu lado eu veja a vida cor-de-rosa
Como um conto de fadas sem fim
Como uma canção melodiosa
Doce como o amor que há em mim

Amado cavaleiro, livre tu és, pelas estradas da vida a viajar
Deixa-me então aguardar-te com candura
E sempre que a mim teu coração retornar
Estarei no alto da torre a te esperar, com infinita ternura.

Publicidade