Nas noites sem luar

Nas noites sem luar
Saio a vagar
Sonhando acordada, querendo te encontrar
Torno-me ser da escuridão
Uma alma repleta de solidão

Nas noites de lua nova
Entôo-lhe meu amor em versos, em trova
E no meu coração a esperança se renova

Nas noites de lua crescente
Busco-te novamente
Não te encontro e choro tristemente

Nas noites de lua cheia
Minha alma em enamorado sonho vagueia
E a lembrança do teu olhar meus caminhos clareia

Em noites de lua minguante
Sempre só, delirante
Sonho estar em teus braços, meu Cavaleiro triunfante…

64 - Nas noites sem luar