Interlúdio

31-01-2014 012

Não são férias. É um interlúdio de agonia que se interpõe entre a canção de te ver todas as semanas. Uma pausa maior do que comporta o compasso do meu coração. Um interlúdio melancólico com som de saudade e ausência do teu sorrir – sorrisos que não são para mim, mas que iluminam meus dias. Uma pausa no som da tua voz. E esse interlúdio tem nome – É uma canção nova que meu coração aprendeu: A canção da saudade.

(Devaneios tirados do fundo de uma gaveta – Julho/2013)

Texto e imagem: Arquivo pessoal

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s