Mais um devaneio tirado do fundo da gaveta…

Se eu te encontrasse agora, sem palavras estaria. Vocábulos simples e tímidos não bastariam para expressar tudo o que sinto e o que penso; não seriam mais do que sinais sem nexo. Se eu te encontrasse agora, cairia em teus braços, sedenta por teus beijos, teus abraços, por teu carinho com gosto de paixão. Deixar-me-ia ficar junto de ti pela eternidade de um momento e sentiria tua respiração. Mergulharia no brilho do teu olhar, puro, doce e cristalino; e em sua canção me deixaria ficar. Se uma lágrima de saudade dos meus olhos rolasse, que se haveria de fazer? Deixaria meu pranto correr, já senti mesmo a dor nascer, crescer e nesse momento no meu peito ela iria morrer. Seriam tantos beijos guardados, tantos suspiros, sensações, arrepios, que eu não saberia dizer nada… Apenas saberia amar e amar…
Pois é, a noite chegou e eu não te encontrei. Nasceu outro dia… E novamente a noite chegou… Nada. Espero e espero. E, por meu corpo não poder dizer ao teu nada sobre a saudade que sinto, nem sobre a alegria do reencontro, limito minhas mãos a tentarem inutilmente escrever nessas linhas o que se passa em meu coração…

(Texto – Darlene Regina Faria; Imagem: Internet)

Anúncios

Um comentário sobre “Mais um devaneio tirado do fundo da gaveta…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s