Um conto de Natal diferente

“Há 2014 anos vagavam em busca de abrigo uma mulher grávida prestes a parir e um pobre marceneiro. Tendo-lhes sido negado abrigo por diversas partes, abrigaram-se em um estábulo, em meio aos animais. Ali mesmo a moça, Maria, deu à luz seu filho. Era a criança que pagaria os pecados do mundo e por isso uma estrela guiou três reis magos até o local de seu nascimento. Ao chegarem lá, carregando seus presentes ao menino Jesus, surpreenderam-se ao verificar a enorme quantidade de fumaça desprendida por uma fogueira. Ao se aproximarem, verificaram que alguns dos animais do pequeno estábulo estavam mortos, alguns já estavam sendo assados em uma fogueira, outros jaziam a um canto, destrinchados. Um pequeno cordeiro balia tristemente – havia escapado à chacina, pois ainda não tinha carne suficiente. Maria, apesar de ter dado à luz há poucas horas, ignorava o balido aflito do pobre cordeiro e concentrava-se em comer um grande pedaço de carne ainda mal passada. José cuidava dos pedaços que estavam na fogueira para que não se queimassem. Ofereceram aos reis magos pedaços generosos de carne e assim banquetearam-se por toda aquela noite (que deveria ser) feliz”.

Achou algo estranho na história? Pois é… Até onde nos consta, Maria e José não promoveram uma chacina entre os animais do estábulo onde conseguiram abrigo, não é mesmo? Então, porque insistimos, ano após ano, em comemorar o Natal com a morte de animais inocentes? Já parou para pensar na grande contradição que é comemorarmos um nascimento através da morte? Quantos seres perdem a vida para a mera satisfação de um capricho de uma sociedade egoísta e hipócrita? Aproveite sim o final de ano, o espírito natalino. Reúna familiares ao redor de uma mesa farta. Troque presentes, e acima de tudo, troque carinhos, abraços e sorrisos e, lembre-se: neste Natal, não coma o presépio! Há varias e deliciosas opções veganas e vegetarianas para deleitar seus olhos e seu paladar.

Seguem alguns links de receitas natalinas sem carne:

http://www.cantinhovegetariano.com.br/2011/12/receitas-para-o-natal-e-ano-novo.html

http://www.veggietal.com.br/cardapio-vegano-festas/

http://www.menuvegano.com.br/article/show/739/ceia-de-natal-vegana-natal-vegano

Anúncios

Um comentário sobre “Um conto de Natal diferente

  1. jomabastos disse:

    Quantos seres perdem a vida para a mera satisfação de um capricho de uma sociedade egoísta e hipócrita?
    Se não houvesse uma Natureza, nenhum de nós existiria. Os seres que nela vivem, não comem carne ou vegetais por capricho, mas simplesmente porque a natureza é assim. Eles comem o que lhes está consignado, ou seja, eles comem a própria natureza.
    Não sou vegano nem vegetariano, mas alimento-me de muita fruta e verdura. Será que uma planta verde também não será um ser vivo, que sofre quando é cozinhada e/ou comida? É uma pergunta que fica sem resposta. Existem plantas que são carnívoras, outras que estão atentas e tentam se proteger daquilo que se passa ao se redor. Todas elas são seres vivos.

    Agradecido pelas receitas natalinas sem carne.

    Feliz Natal e um próspero Ano Novo.

    Curtido por 2 pessoas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s