O perigoso brilho dos teus olhos

Há um momento na vida em que parece que tudo virou de ponta cabeça! Não é possível determinar com exatidão qual foi a hora, minuto ou segundo em que isso aconteceu simplesmente porque estamos tão preocupados em juntar nossos próprios cacos, tão atarefados resistindo ao temporal  que deságua, tentando nos equilibrar em meio ao terremoto que ocorre que nem pensamos em coisas simples como olhar o relógio. Só sabemos que aconteceu. Algo forte e sem nenhuma lógica. De repente você cruza o olhar com alguém e é como se todas as suas defesas estivessem ruindo. Uma angústia. A vontade de se aproximar e a vontade de fugir e não voltar nunca mais.  Isso pode acontecer com quem já se conhece há anos, e pode acontecer como aconteceu hoje: Eu nem sei quem você é, mas no momento em que entrei naquela sala, senti que toda a proteção que construí ao longo do tempo se quebrou. Eu não sei quem você é, mas sei que teus olhos são de um brilho perigoso.  Perigoso em doçura, mistério e certo ar de melancolia. Perigoso ao quebrarem minhas defesas, ao incendiarem as folhas secas que encobriam meu coração. Olhar perigoso que inundou minha alma de lágrimas sem eu saber o porquê. Eu não sei quem você é e tenho medo de descobrir e me perder ainda mais. Eu não sei quem você é, mas sei que teus olhos me marcaram. Pra sempre.

(Texto: Darlene Regina Faria – 2013)

(Imagem: Internet)

Anúncios

Um comentário sobre “O perigoso brilho dos teus olhos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s