Teu olhar

TEU OLHAR - Publicada
Teu olhar
Flor que desabrocha
Pétala ao vento
Brisa que me toca
Desalento…
…amar-te

Vida que se inicia
E encerra
Guerra
De paixões
Profecia
De alguém
Que já não sei

Os amores
Apenas vilões
Deságüem
Lágrimas
Em meu peito presas

Seca meu pranto
Como o Sol
Seca a Terra
Seja o Sol que castiga
Seca meu pranto
Seca minha alma
Para que nela não reste
Vestígios de amor
Ou compaixão

Faz-me
Marmórea escultura apenas
Sem amor, sem sentimentos
Sem vida, sem sofrer…
Talvez assim
Haja alento em meu viver